Graças ao gov. Zezinho, Quércia arrepende-se de seus pecados

Nesta Quarta-feira de Cinzas, início da quaresma, que é tempo de penitência e arrependimento dos pecados, vale a pena lembrar mais uma das grandes obras cristãs do Futuro Beato, o governador Zezinho. Modesto que é, o Esteio Moral da Nação Brasileira não gosta de alardear suas obras e realizações.  Mas esta é uma obra de grande valor, pois a conversão de um pecador é a maior das caridades que um verdadeiro cristão pode fazer.

Trata-se de mais uma das grandes obras do Presidente de Nascença, que seguramente pavimentará o caminho de sua beatificação, já em curso no Vaticano: a Conversão de Quercia, já comparada pelo papa à Conversão de São Paulo.

Graças ao gov. Zezinho, Quercia reencontrou-se com a fé e agora sempre reza antes das reuniões políticas.

Graças ao gov. Zezinho, Quercia reencontrou-se com a fé e agora sempre reza antes das reuniões políticas.

Quando de sua fundação, o PSDB comparava o ex-governador de S. Paulo, Orestes Quércia a Maluf como corrupto e anti-exemplo de homem público. Graças à pregação e às orações do governador Zezinho,  Quércia arrependeu-se, rezou três padrenossos e trocou seu nome. Se S. Paulo antes chamava-se Saulo (nome de um rei) e passou a chamar-se Paulo (que significa pequeno), Quércia resolveu mudar seu nome de Orestes para Onestes, para deixar claro que abandonou seus vícios.

Com sua conversão, Onestes Quércia agora pode ser novamente amiguinho do Presidente de Nascença e comungar no domingo.

Com isso, o governador Zezinho, finalmente aceitou receber o santificado o apoio do neoconverso, Onestes Quércia. Demonstrou assim sua enorme  capacidade de  reunir em torno de si os melhores e mais honestos homens públicos do país.

Leia a seguir material extraído do blog  do jornalista Reinaldinho Cabeção. Trata-se do post comemorativo oficial da vitória de Kassab em São Paulo, que traz uma  entrevista com o bom Onestes Quércia, paladino da moralidade e aliado do Mais Competente dos Economistas. Vale a pena ver as palavras de Onestes Quercia.

Comentário da tia Carmela

Essa não é a primeira vez que o Zezinho leva gente de volta para a igreja. Quando ele era garoto, lá na Mooca, o padre Aldo percebeu que ele era bom de conversa e convencia os meninos a fazer o que ele queria. Então, ofereceu ao Zezinho três cruzeiros por cada menino que fosse à missa com ele. O Padre Aldo, coitado, só queria que as crianças fossem à igreja. O Zezinho então começou a chamar todos os moleques da redondeza. Oferecia um cruzeiro para quem fosse à missa com ele. Assim, ficava com dois cruzeiros pra ele e dava um para o moleque.

Anúncios

3 Responses to Graças ao gov. Zezinho, Quércia arrepende-se de seus pecados

  1. […] Quercia (1987-1990), probo exemplo de moralidade, lealdade política e responsabilidade fiscal, convertido à senda do bem pela pregação do pres. Zezinho. Ninguém esconde a verdadeira sabedoria popular: povão reconhece os grandes homens […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: