Governo de SP lança metrô subaquático

Isso é gestão eficiente: Gov. Zezinho fez o Metrô entrar no ritmo de SP

São Paulo cada vez melhor: Gov. Zezinho fez o Metrô entrar no ritmo de eficiência de sua gestão.

O último baluarte do atraso e da incompetência que ainda resistia no governo de SP finalmente foi subjugado pela grandiosa capacidade de gestão do Mais Preparado dos Brasileiros, o Governador Zezinho.

Notabilizado no passado pelo desleixo, sujeira, abandono, atrasos, superlotação, péssima conservação e má gestão, o metrô de SP construiu, desde sua inauguração em1974, uma péssima imagem entre os paulistanos. Sempre foi o serviço público mais mal avaliado do Estado.

Desde sua posse, o Presidente de Nascença, comprometido com a melhoria da qualidade de vida do povo de SP, vem lutando para superar as resistências e acabar com essa imagem negativa do Metrô.  Como todo herói, vem enfrentando enormes resistências dos subperonistas entrincheirados no sindicato dos metroviários e outros marajás ganhando salários astronômicos que poderiam ser melhor utilizados para pagar margens de lucro empresas de terceirização.

Tudo pela segurança: as modernas técnicas de gestão melhoraram a capacidade de fiscalização das obras.

Tudo pela segurança: as modernas técnicas de gestão melhoraram a capacidade de fiscalização das obras.

Nos últimos tempos, essa parede obscurantista vem sendo destruída pelas marretadas da boa gestão demotucana. Primeiramente, as mudanças nas normas de licitação e fiscalização das obras trouxeram práticas de trabalho inovadoras que redundaram em grandes economias para as empreiteiras envolvidas na construção da linha 4 (as forças do atraso tentaram dizer que o pequeno incidente ocorrido no túnel que desabou no bairro de Pinheiros tirava o mérito das novas e modernas práticas gerenciais). Esta mesma linha 4 passou a colecionar atrasos na execução das obras, para evitar afobamentos e o prematuro desgaste das estações pelo uso.

Uma vez cravada essa cunha, o Grande Engenheiro da Móoca pôde dar prosseguimento à sua obra moralizadora: logo se passou a assistir episódios de atrasos e paralisação dos serviços cada vez mais frequentes, para economizar energia e manutenção (mais uma vez, os retrógrados defensores do pérfido leviatã estatal criticaram a moderna gestão por gerar pequenos delays nas viagens).

Para conseguir implantar esses avanços, o Maior Engenheiro dos Trópicos teve que envidar seus maiores esforços, sempre enfrentando os defensores do atraso e do Bolsa Família com seus trololós.

Mas agora a modernidade demotucana trinfou. Finalmente, aquele que era o órgão público mais renitente a implantar o modelo de gestão moderno, ético e eficiente do Grande Gestor da Pátria Brasileira, está subjugado pela força da inteligência superior do Presidente de Nascença. Curvando-se à sabedoria do futuro Beato, a direção e os funcionários do Metrô aceitaram implantar a mais nova idéia gerada pelo Majestoso Encéfalo do Arauto da Modernidade: o metrô subaquático.

A inovação, concebida pessoalmente pelo Patrono da Engenharia Nacional, consiste em integrar o sistema do metrô ao novo sistema de transporte subaquático para atender à nova configuração da cidade de SP.

O metrô subaquático desloca-se submerso, podendo sair dos túneis para o leito dos rios e avenidas da cidade, e é capaz de trafegar em qualquer nível de água acima de 1 metro, ou seja pode-se deslocar em praticamente toda a cidade, exceto o pico do Jaraguá.

A obra já foi teve a implantação iniciada e segue em ritmo acelerado. A população aprova o novo serviço e acorre em massa para conhecê-lo e colher imagens para recordar-se para sempre da genialidade do Mais Preparado dos Brasileiros, como se pode ver no vídeo abaixo:

Comentário da Tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de brincar com água. Uma vez, quando era criança, lá na Móoca, ele inventou um submarino. Pegou uma caixa de papelão, fez uns desenhos, colou uma bandeira dos Estados Unidos e escreveu US Navy na caixa. Aí fez o Reinaldinho Cabeção entrar com a caixa na caixa d’agua da casa dele, como se fosse um submarino.  Quase o Reinaldinho Cabeção se afogou, porque a caixa d’água era funda. E o Zezinho só gargalhando…

Anúncios

7 Responses to Governo de SP lança metrô subaquático

  1. Renato disse:

    “QUI XIKI” (kkkk) É igual a do Canal da Mancha?

  2. Paulo Parcker disse:

    Parabéns pelo Blog !!!

    PHA, acabei de mandar esse e-mail para o JN.

    Caro internauta, faça o mesmo. Mande um e-mail para essa gente que pensa que é dona do Brasil.

    ====

    Bom dia

    Inacreditável a fúria da Rede Globo. Quem tem culpa pelas trajédias que ocorreram em SP? Mário Covas? Alckmin? Kassab? ou Serra?
    Quem permitiu a construção no Jardim Pantanal? Serra ou Kassab?
    O carioca nunca teve olhar pelo governo FHC, mas como os candidatos globais nunca ganham eleições no Rio desde a redemocratização, essa é uma ótima oportunidade para a Globo atacar seus adversários. É bem verdade que houve muita omissão, mas ouve muita melhora no Rio. Enquanto ricos invadem áreas nobres em Brasília e outros em São Paulo (com apoio do PSDB), os mais pobres invadem áreas como essa de Niterói. A fala de José Mocarzel, secretário de obras de Niterói foi editada ao bel prazer de Ali Kamel, talvez tenha ficado indignado por este ter citado o Minha Casa, Minha Vida logo pela manhã, no Brom Dia Brasil, como uma solução decente para uma população que não teve nada nem parecido na gestão anterior do sociólogo metido a economista. Enquanto isso, na Serrolândia, a violência vem crescendo e nada, nada mesmo vai ao ar, pelo JN. Pobre do país que tem uma imprensa tão politizada como a nossa, com tantos interesses alheios ao da população.
    Pelos meus últimos e-mails não tenho recebido nem mensagem automática, mas minhas mensagens, que refletem também a opinião de milhares de telespectadores, mas chegaram à consciencia de vossas excelencias, se não por mim, por meio de Deus. É apenas uma questão de tempo.
    Grato.

  3. Douglas disse:

    Sobrinho da Tia Carmela, não vai comentar a nova aquisição do Governador Zezinho ? O ônibus anfíbio:

    http://www.paulohenriqueamorim.com.br/?p=26918

  4. marcos disse:

    Fora o “Metrô Genérico” né? Porque trem não é Metrô e roda em cima de trilhos de 50 anos, aliás os trens foram repintados só para dar aparência na sucata comprada por Covas (que o diabo o tenha bem preso). VLT também não é Metrô. Depois o cara sai e esse lixo fica aí o resto da vida.
    A linha 4 é uma tragédia anunciada, questão de tempo.
    Não é por menos que na equipe de marajás do Metrô está nada menos que O IRMÃO DE KASSAB.

  5. ♫ O túnel Simplon tem quase 20 km de extensão e também foi perfurado a partir das duas extremidades. Quando as frentes de trabalho se encontraram nas profundezas da cordilheira dos Alpes, o erro constatado foi de 20,2 cm na horizontal e 8,7 cm na vertical. Em 1907! Sem nada de GPS! Esses engenheiros do consórcio da Linha 4 devem ter se diplomado na mesma faculdade que o Nauseabundo Fajuto… ☺☺☺

  6. ♫ Esse furunfado já começou a insinuar justificativas para a trolhada que levará caso concorra à presidência. Fico só imaginando a raiva impotente que está grassando entre as legiões tucanerdas, candidatos e eleitores. A Múmia de Higienópolis deve estar tomando água de melissa aos baldes ou se embebedando com seus uísques 18 anos mal adquiridos. E o Nauseabundo fingindo que paira impávido sobre as águas fétidas que inundam São Paulo há mais de quarenta dias; bom, até que paira: de helicóptero! A fedentina é geral e não se sabe o que cheira pior, se o “candidato” relutante ou o esgoto que aflora. Minha pobre cidade! O que fizeram com você!? Onde anda aquela garoa que, mesmo molhando os violões das serestas, era tão poética? Chegou a hora de liberar o ódio até agora contido. Não jogue lixo na urna! ☺☺☺

  7. Andre Luis disse:

    E hoje, nosso Governador inovou, mais uma vez. Haja vista a necessidade de um ato heróico, diante do caos e destruição à que fomos condenados, o Governador determinou que se colocasse uma escavadeira sobre uma balsa e levassem-na, à remos, para dragar o rio e aumentar sua vazão, de forma à poupar as vidas das criancinhas do Jardim Pantanal. Infelizmente, a maldição jogada sobre a cidade, já que Marta fez um pacto com o demônio, produziu uma enorme onda no rio, tombando a escavadeira. Que ficou atolada num banco de lixo. Mas, não perdemos o dia. Felizmente, os investimentos feitos em suas obras essenciais, como a reinauguração da bomba d´água da Ponte das Bandeiras e a suspensão da dragagem do rio, surtiram efeito. Como diria seu boneco de ventríloquo, salvamos a balsa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: