Gov. Zezinho faz operação heróica para salvar vida de professores

Em mais um gesto de abnegado heroísmo e respeito aos educadores paulistas, o Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, mobilizou-se para salvar a vida de vários professores no dia de hoje.

Avisado por Sarkozy, o gov. Zezinho quis evitar que as cabeças dos professores fossem atingidas por algum viaduto mal-intencionado a soldo do PT.

O Presidente de Nascença foi informado que um grupo de professores  planejava comparecer ao evento de inauguração de um trecho do Robanel dos Tunganos que começará a funcionar no ano que vem. O intuito era homenageá-lo e agradecer por tudo o que tem feito pela educação.

Engenheiro competente, que é, o Mais Competente dos Gestores anteviu riscos para os professores, visto que os viadutos do Robanel são muito frágeis e costumam desabar sob o peso da competência gerencial tucana.

Para evitar uma tragédia que ceifasse vidas de profissionais que tanto respeita, determinou à Polícia Militar que impedisse que os professores participassem do evento de inauguração, para não expô-los desnecessariamente a riscos.

Para garantir o sucesso da complicadíssima operação, a PM infiltrou dois de seus melhores agentes secretos, Joaquim e Manuel, nos dois ônibus que partiam de Osasco para a inauguração. A missão dos dois criptopolícias era, durante a viagem, fazer discursos em homenagem aos professores paulistas, em nome do governador Zezinho, e alertá-los para os perigos de se reunir em uma obra do Robanel.

Os PMs gentilmente pediram que os manifestantes não arriscassem suas vidas pois o gov. Zezinho os preza muito.

Os professores, enternecidos, decidiram aceitar os conselhos dos PMs e desviaram o caminho, sob escolta de várias viaturas policiais, para a Vila Madalena. Neste aprazível bairro de gente antenada e moderna, promoveram um jantar-surpresa  em homenagem ao governador Zezinho. Como são muito bem remunerados, fizeram-no  em um luxuoso restaurante, onde puderam pagar um lauto almoço com seus generosos vales-refeição de R$ 4,00.

O congraçamento entre PMs e professores foi geral. Na foto, professor leva uma soldado PM para o altar.

Os educadores resolveram convidar Geraldinho da Vila, panegirista do gov. Zezinho e presidente da Associação Aprendizes de Caça-Fantasmas da Vila Madalena, encarregada do combate à Loira do Banheiro (PT-SP). Os professores  compadeceram-se da situação de quase penúria do grande educador da Vila Madalena, remunerado pela simbólica quantia de R$ 3.725.222,74.  Com o troco dos seus vale-coxinha, fizeram uma vaquinha para pagar a parte dele.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca gostou que professores fossem em suas festas. Um vez, lá na Mooca, a mãe dele queria convidar a dona Vilma, que era professora dele no grupo escolar, para a festinha de aniversário dele de sete ou oito anos. O Zezinho fez um escândalo danado e não deixou a mãe convidar. Ele estava com medo que a dona Vilma falasse para todo mundo quais eram as artes que ele fazia…

Anúncios

3 Responses to Gov. Zezinho faz operação heróica para salvar vida de professores

  1. […] e passaram a  participar das manifestações, solidários com manifestantes, como no caso dos professores. Cenas pungentes de confraternização e camaradagem comoveram o mundo […]

  2. […] valorização dos professores, que, agradecidos, têm feito diversas manifestações públicas, com milhares de mestres, para […]

  3. all disse:

    Discurso do Presidente hoje. Recado pro Zé Porrada e sua Imprensa Amestrada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: