Os anos mais felizes de nossas vidas 2 – A escola

Apesar de ter-lhes deixado como sucessor GOLDMAN, o super-herói, o Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, também deixou no coração dos paulistas uma imensa saudade daquele período que foi o mais radioso da história da Pátria Bandeirante.

O jornalista Reinaldinho Cabeção (primeiro plano) comandou manifestação de agradecimento ao gov. Zezinho pela maravilhosa educação pública paulista.

Desde o afastamento do Presidente de Nascença do timão da nau de Martim Afonso de Souza, os paulistas puseram-se saudosos e comentam entre si: aqueles tempos do governo do Mais Genial dos Homens Públicos foram os anos mais felizes de nossas vidas.

Em seus devaneios nostálgicos, os paulistas recordam-se das escolas. O governador Zezinho fez mais pela educação paulista que todos os seus antecessores juntos, desde o Pe. Anchieta.

Nas suas lembranças, os agradecidos paulistanos não deixam de iluminar com a lâmpada do orgulho o incomparável desempenho escolar dos alunos paulistas. O rendimento escolar é tão espantoso que as escolas particulares têm sido obrigadas a oferecer brindes, descontos e viagens à Disney para manter seus alunos, tamanho êxodo tem se registrado.

As endinheiradas famílias da elite quatrocentona retiram seus filhos dos colégios tradicionais  para as escolas públicas da periferia paulistana.

Também a classe média, seguindo a recomendação da Revista Mais Vendida do Brasil, a Veja, retira em massa seus filhos das custosas escolas particulares de bairro, tão excelente é a educação pública paulista.

Os 5 Segredos da Educação Paulista: powerpoint de empresa de consultoria contratada pelo secretário de educação e serviços gráficos.

Pode-se atribuir a inexcedivel qualidade da educação paulista a cinco grandes princípios implantados pelo governador Zezinho:

  1. A valorização dos professores, que, agradecidos, têm feito diversas manifestações públicas, com milhares de mestres, para agradecer ao Mais Brilhante dos Educadores pelas medidas de estímulo à carreira, pelos altos salários e pelo vale-refeição que chega a comprar uma coxinha, em lugares mais baratos. Tão valorizada é a carreira, que gerou um novo problema: os policiais estão mudando de profissão e tornando-se professores.
  2. A nomeação apenas de pessoas com extraordinária capacidade de gestão, como é o caso de seu secretário de educação e serviços gráficos, Paulo R. Gates de Souza, cujo talento para a gestão só é comparável ao do do Mais Competente dos Gestores, conforme demonstrado na agilidade de procedimentos e no cumprimento de metas e prazos.
  3. A preocupação com a qualidade das instalações das escolas, propiciada pela competência e domínio da boa técnica pelo Mais Capacitado dos Engenheiros. Assim, foi possível oferecer às crianças conforto, recursos de informática, segurança e um ambiente propício ao aprendizado.
  4. O oferecimento de material didático de alto nível, trazendo conceitos revolucionários no ensino de várias disciplinas, como a geografia e a educação moral e cívica.
  5. E, mais que tudo, uma inigualável postura ética, tão bem representada pelo referido secretário de educação e serviços gráficos, Paulo R. Gates de Souza. Uma anônima cidadã, embevecida diante de tanta ética, moralidade e probidade, criou um site na internet para imortalizar os maravilhosos exemplos.

Não é sem motivo, portanto, que os paulistas podem se dizer tão jubilosos e repetir que estes foram os anos mais felizes de nossas vidas.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de escola. Tanto que ele saia mais cedo do que precisava para ir à escola, e dizia para a mãe que ia chegar antes porque gostava da escola e ia ficar estudando antes da aula. Na verdade, ele chegava mais cedo para preparar com os amiguinhos deles as artes que eles iam fazer naquele dia: colocar tachinhas nas carteiras, sujar os banheiros das meninas, colocar chiclete na mesa da professora, essas coisas…

Anúncios

5 Responses to Os anos mais felizes de nossas vidas 2 – A escola

  1. […] O Presidente de Nascença sabe que não se faz boa educação sem valorizar os professores. Nenhum governo paulista fez mais pelos educadores públicos do que o governo do Maior dos Educadores Brasileiros, naquele período que os paulistas chamam de “Os Anos Mais Felizes de Nossas Vidas“. […]

  2. […] O Presidente de Nascença sabe que não se faz boa educação sem valorizar os professores. Nenhum governo paulista fez mais pelos educadores públicos do que o governo do Maior dos Educadores Brasileiros, naquele período que os paulistas chamam de “Os Anos Mais Felizes de Nossas Vidas“. […]

  3. ♫ Esqueci de contar: meu conhecido também disse que o Reinaldinho Cabeção comenta ainda que foi por isso que o Zé Bueiro ficou com as mãos peludas daqueles jeito. Os pelos das palmas sumiram, depois que ele arrumou uma bocó chilena, mas as costas das mãos continuaram peludas. Vai ver o Reinaldinho rogou uma praga e, sabe como é, praga de boiola é pior que praga de mãe… ☺☺☺

  4. Douglas disse:

    Só sei que pelo visto logo logo a batata vai assar para o Reinaldinho Cabeção, aguardem …

  5. ♫ Meu conhecido, que teve acesso às memórias que o Reinaldinho Cabeção está escrevendo, comentou que o autor conta que o Zezinho também gostava de chegar mais cedo na escola para ficar jogando “bafa” com as figurinhas das Balas Seleções e traficando aqueles “catecismos” de cordel desenhados pelo Carlos Zéfiro. Disse o Reinaldinho que o comércio literário era tanto que todo mundo acabava entrando atrasado na classe. A bagunça foi tamanha que o Seu Chrico acabou sendo chamado pela diretora e ficou abismado quando ela lhe mostrou vários bilhetes falsificados pelo Zezinho, dizendo que ele tivera que ajudar o Seu Chirico a desencaixotar bacalhau no box da família no Mercado Municipal, e por isso havia chegado atrasado na escola. Depois dessa, o Zezinho passou vários dias fugindo do pai, treinando assim para suas futuras fugas quando a coisa ficava feia… ☺☺☺

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: