Pres. Zezinho inicia cruzada contra apagão estatístico

O pres. Zezinho não está feliz com os dados das pesquisas.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, está muito preocupado com os seguidos apagões que o Brasil vem experimentando. Por conta disso, tem feito propostas que demonstram seu superior preparo para dirigir a Nação.

Agora o Presidente de Nascença identifica um novo desafio para o progresso: o apagão estatístico. Esse novo perigo, gerado pela displicência e ignorância do usurpador do planalto, traz riscos exponenciais às instituições udenistas.

Como Maior dos Engenheiros e Prócer dos Economistas, o pres. Zezinho é um homem dado aos números. Nos círculos estatísticos mundiais, é conhecido como o Novo Gauss, já que domina a ciência estatística como poucos.

O Prof. Hariovaldo de Almeida Prado dirige um dos únicos institutos confiáveis para a UDN.

Por isso, com sua bayesiana sabedoria, facilmente inferiu que a competência das empresas de pesquisa de opinião vem caindo semana a semana.

Analisando os resultados das pesquisas eleitorais dos principais institutos,  tem encontrado erros cada vez mais gritantes e fora do desvio-padrão, exceto nas pesquisas do Instituto Dataprado e o CMAPP.

Refletindo com seus botões, à falta de um Neyman  ou um Snedecor para auxiliá-lo, o pres. Zezinho, em sua profunda análise multivariada do problemas, concluiu que o problema tem forte correlação positiva com o despreparo dos estatísticos que trabalham nos institutos, que não conseguem aplicar bons modelos de suavização exponencial às suas pesquisas, gerando saltos bruscos nos resultados.

Sofisticados estudos conduzidos por Mahalanobis, Quiroga, Cox e Wald demonstram o óbvio: o pres. Zezinho vencerá a eleição.

“É claro que não se trata de exigir que os institutos tenham alguém do meu nível”, disse o Bernoulli da Mooca. Não é preciso nem que  contratem um Wedderburn, um Fisher ou um Pearson.

“Mas temos que investir na qualidade da mão-de-obra, formar gente com competência acima da média móve”, disse o grande entusiasta da educação.

Para tanto, o pres. Zezinho decidiu iniciar um ousado programa de formação de estatísticos.

Convocou representantes dos principais institutos de pesquisa para um curso de estatística avançadíssima, ministrado pessoalmente pelo Luminar dos Luminares, como se vê abaixo:

Mas o seu Majestoso Encéfalo de Estadista foi além. Tomou a decisão de criar o Ministério da Estatística e Pesquisas de Opinião.    O novo órgão centralizará a realização de todas as pesquisas de avaliação do governo e de tendências eleitorais. Com isso, acabarão as distorções hoje imperantes e o país terá pesquisas absolutamente confiáveis.

QUADRILHA: A UDN fez uma festa junina para comemorar o início das aulas de estatística do pres. Zezinho

Inicialmente, cogitou-se trazer do mundo desenvolvido algum especialista renomado para dirigir o novo ministério, sendo aventados nomes como os de Goldstein, Vandewalle ou Hubert. Mas o Presidente de Nascença os descartou: “não é preciso chamar esses experts, por eu vou pessoalmente prover o conhecimento de ponta necessário”.

Com isso, ganhou força o nome do seu assessor para pesquisas, sr. Bolat, velho colaborador de confiança e especialista em Distribuição de Poison.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de dar aula de matemática. Quando ele era criança, na Mooca, às vezes ele se oferecia pra dar aula particular pros coleguinhas que iam mal em matemática na escola. Os problemas que ele usava para ensinar os meninos eram sempre assim: “o Zezinho tem três carrinhos e ganhou mais dois; com quantos ele ficou?”. Ou: “um menino tinha 32 dentes antes de começar a brigar com o Zezinho; ao final da briga, tinha 30; quantos dentes o Zezinho arrancou dele?”.  Uma vez o Reinaldinho Cabeção estava indo mal em matemática e o Zezinho ofereceu ajuda. Só que ensinou tudo errado e o Reinaldinho Cabeção foi pior ainda no exame e ficou de segunda época.

Anúncios

11 Responses to Pres. Zezinho inicia cruzada contra apagão estatístico

  1. Dudu de Sangue Azul disse:

    Serra é o Comedor! Uma verdadeira potência sexual:

  2. Airton disse:

    Uma foto atual da Dilma, para camiseta e trabalhos gráficos:

    Dilma PopArt

  3. Huguinho e Luisinho disse:

    Tia Carmela. Com muita tristeza e vergonha, comunicamos que nosso irmãozinho Zezinho foi expulso da família. Desde pequeno, recusou-se a seguir os nobres ideais de nosso tio Donald, para se vender ao neoliberalismo do Tio Patinhas, e como o mesmo, não teve escrúpulos em passar por cima da ética. Está rico com esta estória de pedágios em São Paulo, donde desfruta de rica aposentadoria. Mas em nossa família é um proscrito. Ouvimos dizer que é candidato agora e que tem o irrestrito apoio dos irmãos Metralha, não entendemos mesmo de política.

  4. juliana disse:

    Tia Carmela,

    O texto está muito bom, como sempre. A melhor parte foi o trocadilho com distribuição de poison/poisson. Genial!

  5. Mônica W. disse:

    uahuhaah Muito bom… o/

  6. Paulo P. disse:

    Acho que a probabilidade de dar errado é próxima de 100%.

  7. ♫ “A estatística é a arte de torturar os números até que eles digam o que queremos ouvir”. Não lembro mais quem escreveu isso. Mudando agora de pato a ganso: Data gula (da Farsa de São Paulo): “De regime, Dilma Rousseff (PT) investe em damascos secos. Sem restrições, José Serra (PSDB) devora folheados e bolos.” Coitado do Zé “400 km” Meleca! Além de arregaçado, chegará a 4 de outubro balofo… ☺☺☺

  8. Melchíades A. Prado disse:

    Tia Cacá
    Esta atitude do Zezinho está correta. Ele é assim mesmo e não está aí para fazer “média” com ninguém. Este tipo de comportamento já esteve na “moda”, mas agora já não acontece com “frequência”. Mesmo se ele estivesse caindo pelas “tabelas”, ele estaria firme, e não mostraria nenhum “desvio” de conduta. Um “gráfico”, amigo meu, que trabalha na campanha do futuro presidente, aposta que ele não admite “dispersão” dos seus aliados e vai vencer as eleições. E não há “margem de erro” em suas previsões.

  9. Tia Carmela: A senhora que conhece bem o seu sobrinho ai, poderia me dizer se ele já começou a campanha pra Prefeito ai da Mooca?(Me disseram que a Mooca por ser um bairro muito antigo e grande)vai exigir a sua emancipação e que em 2012 o Zezinho quer ser Prefeito! Pelo menos uns dois votos eu creio que ele vai ter, o da sra. e do tio Roberto! nun é possível né tia! ainda mais agora que ele arrumou pra sra. aquela mordomia lá na Sabesp. Tia a sra. já imaginou que chique se a sra. ficar ao lado da mesa (aliás do palito, pois eles nunca vão lá) do Roberto Freire e o Senador Antero Paes de Barros!
    É tia, a sra. vai ficar famosa vai dar até autógrafo pro pessoal da Mooca!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: