Agora é oficial: Tancredo Neves diz não e indica o Cachorro-Lagosta para vice

31/05/2010

Suspeitas: O Cachorro-Lagosta e Tancredo Neves andariam abanando o rabinho um pro outro.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, está um pouco triste.

Generoso e cheio de bondade, o Presidente de Nascença queria dar a honra de ser seu vice ao ex-governador da BR-3, sr. Tancredo Neves, também conhecido como Minésio.

Seria também uma forma de resolver de vez a Guerra dos Emboabas e melhorar sua relação com Tancredo. A amizade dos dois estava estremecida depois do vazamento da notícia de que a cantora  Madonna repetirá, no próximo dia  6 de junho, sua apimentada visita a São Paulo, ocorrida em fevereiro.

Triângulo mineiro: A cantora Madonna nega qualquer relação com a decisão de Tancredo.

Entretanto, o gesto amistoso não surtiu efeito. Apesar de ter levado às lágrimas o amigo Minésio, os compromissos de Tancredo com a gente de Minas no calçadão de Copacabana impediram-no de aceitar a gentil oferta, visto que será candidato a Mascote da Copa de 2014.

Provido de uma enorme estima pelo pres. Zezinho, o sr. Minésio enviou carta ao Maior dos Brasileiros agradecendo a gentileza e dizendo-se impossibilitado de aceitá-la.

Na carta, o sr. Minésio recomendou ao Grande Estadista Pátrio que entregue a vaga de vice ao Cachorro-Lagosta (PFL) importante liderança canina nacional. Gentilmente, convidou o Mais Competente dos Gestores a passar lá em casa qualquer dia desses para tomar um café com leite.

Compreensivo, como sempre, o Predestinado Redentor do Brasil telefonou ao sr. Minésio para agradecer a indicação e manifestar sua preocupação com uma estranha doença que tem se irradiado a partir de Minas.  Infelizmente, a linha caiu enquanto falava e, ao ligar novamente, o sr. Minésio não atendeu porque seu telefone estava fora de área.

Articulação

Fontes da UDN informaram que este movimento não é gratuito. Na verdade, Tancredo Neves teria feito um acordo com o Cachorro-Lagosta. Pelo acordo, o latefundiário canino abriria mão da disputa pela vaga de mascote da copa de 2014, apoiando o sr. Minésio. Em troca, receberia dois biscroques e uma bolinha de tênis. Como o voraz cãozinho comeu imediatamente os dois biscroques e ficou com cara de cachorro pidão, o generoso mineiro completou a oferta com mais um biscroque e  o apoio para a vaga de vice na chapa da UDN.

QUADRILHA: A UDN fez festa junina para comemorar a decisão de Tancredo. Rodrigo Maia fez parte da quadrilha.

Apesar de conhecer a articulação, o presidente Zezinho mostrou-se feliz com o apoio de Tancredo ao Cachorro-Lagosta, seu candidato preferido depois que sua alma gêmea, Demoarruda Bauducco, saiu da disputa.  “Só o Cachorro-Lagosta é tão leal a mim como Demoarruda”, teria dito o Bem-Aventurado Salvador do Brasil.

Fontes da UDN disseram-se aliviadas, pois estavam preocupadas com a contra-ofensiva petista contra a candidatura do Cachorro-Lagosta. Agitadores subversivos provenientes de São Paulo e  acolhidos pelos sul-riograndenses lançaram no fim-de-semana a candidatura de um rinoceronte morto à vaga de vice do Presidente de Nascença.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca brigou por causa de disputar namorada com os outros meninos. Uma vez, quando já estava no ginásio, ele chegou a brigar com um menino que começou a namorar a menina que ele gostava. Mas foi porque ele foi escolhido para representar a escola na comemoração de Sete de Setembro, não por causa da menina. Ele até mandou o Reinaldinho Cabeção espalhar a notícia de que esse menino fazia umas coisas muito feias. O menino ficou sabendo e deu umas bolachas no Zezinho…


Terceiro pacote de figurinhas do álbum “Os Amiguinhos do Zezinho”

21/05/2010

Seu fim-de-semana será mais divertido. Você vai poder encontrar seus amigos e trocar figurinhas do álbum “Os Amigos do Zezinho”, o maior sucesso no mundo das figurinhas.

Neste post, mais um pacotinho de figurinhas para aumentar sua coleção.

Clique nas figurinhas para ganhar um presente.

Mande suas sugestões de figurinhas e de números para elas.

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

214 - AMIZADE SINCERA: o Presidente de Nascença (direita) beija o herói das diretas, Tancredo Neves. Cortesia do leitor Douglas.

168 - GENÉRICOS: O genial vanguardista e ex-pres. Itamar copiou em 1993 a idéia luminosa que o Pres. Zezinho teve em 1996.

157 - FIDELIDADE: Mesmo preterido para o governo do estado, Aluisio Biggs de Oliveira segue fiel ao pres. Zezinho.

41-A - AJUDA DOS CÉUS: Devotos de Santo Expedito (PSDB-RO) mobilizam-se para conseguir votos para o pres. Zezinho.

4 - AMOR AOS PAMPAS: Oposicionistas gaúchos tentam envenenar o pres. Zezinho contra a cleptogovernadora Yeda.

320 - PEDAGOGIA INOVADORA: Paulo R. Gates de Souza foi secretário de educação e assuntos gráficos do gov. Zezinho e distribuiu divertidos livros de educação sexual aos alunos.

18 - A popularidade do Cachorro-Lagosta, candidato a vice, garantirá ao pres. Zezinho o voto infantil dos paulistas.

98 - PAZ NO CAMPO: A Sen. Kláudia Abreu (UDR-TO) é cotada para ser vice do pres. Zezinho.

70 - HIGIENE: Desde tenra idade o pres. Zezinho preocupa-se com a limpeza dos salões por onde circula com desenvoltura

93- CAPRICHO: Sen. Alvaro Dias inaugurou novo tom de acaju para a campanha do pres. Zezinho.

68 - IMPRENSA: Os principais órgãos de imprensa têm dado grande cobertura aos resultados positivos da economia e da política externa brasileiras.

317 - FOLGUEDO INOCENTE: o pres. Zezinho (direita) brinca de trenzinho com seu amiguinho Demoarrudinha Balducco.


Novo álbum de figurinhas: os amiguinhos do pres. Zezinho

09/05/2010

Nunca a criançada gostou tanto de bater em figurinhas.

Sempre preocupado em compartilhar os costumes do povo, o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, decidiu aderir à nova onda: os álbuns de figurinhas.

Seguindo as orientações do importante líder infanto-juvenil Luciano Huck, o Presidente de Nascença lançou ontem o seu álbum de figurinhas: O Álbum “Zezinho e Seus Amiguinhos”.

Trata-se de uma maravilhosa obra, destinada a enternecer os felizes apoiadores da candidatura do Mais Perfeito dos Homens Públicos, que poderão colecionar figurinhas com fotos do Almirante do Tiete e seus amiguinhos e coleguinhas de UDN.

O álbum inspirou-se em um outro sucesso recente, o álbum “Boris e Seus Heróicos Coleguinhas“.

Bafo: O pitta de estimacao do pres. Zezinho arrumou um amiguinho para fazer troca-troca de figurinhas.

O sucesso do álbum foi imediato. Rapidamente a primeira tiragem se esgotou, o que motivou o futuro Ministro da Educação e Assuntos Gráficos, dr. Paulo Renato Gates de Souza, a providenciar nova impressão. A nova tiragem será entregue aos professores, dando continuidade à  distribuição de  material didático inovador para levar os índices educacionais do Brasil ao mesmo nível da maravilhosa educação de S. Paulo.

O álbum virou uma febre: em todo o país, paulistas de todas as idades se reúnem para trocar entre si as figurinhas com as fotos dos grandes homens públicos que marcham rumo ao Planalto, sob a liderança inconteste do Mais Competente dos Competentes.

Fontes brasilienses informam  que o próprio usurpador do planalto está colecionando as figurinhas escondido.

Viciados nas figurinhas, os paulistas estão preocupados com a dificuldade de encontrá-las no mercado.  A equipe da Mais Cobiçada das Figuras Públicas pediu socorro a uma facção de comerciantes informais que operam com seus escritórios nos presídios do estado para ajudar na distribuição do produto.

Abaixo estão algumas amostras  das figurinhas, para você começar sua coleção.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de álbum de figurinhas. Uma vez, ele resolveu fazer um álbum chamado “Zezinho, o Menino Mais Tudo da Mooca”. Pegou umas fotos dele da escola, mais um monte de outras coisas: um papel de uma bala Dulcora que ele chupou, um papel com a assinatura dele, a etiqueta do frasco de Biotônico Fontoura que ele tomou, coisas assim. Aí mandou o Reinaldinho Cabeção pegar um caderno e colar as fotos e outros papéis, como se fosse um álbum.  Depois, saiu desfilando com o álbum na escola, dizendo aos meninos: vocês não são ninguém, porque não têm um álbum sobre vocês…

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

171 - E. AZEREDO: Famoso inventor do mensalão recebe homenagem do Pres. Zezinho (direita).

122 - MERDOVAL PEDREIRA: Jornalista e presidente do fã-clube do pres. Zezinho nas organizações Globo.

21 - LOIRA DO BANHEIRO: personagem infantil combatida pelo gov. Zezinho com apoio de Geraldinho da Vila.

11 - PAULO MALUF: Importante pensador, apoiador da candidatura do pres. Zezinho.

65 - HUGO NAPOLEAO: Interno do Hospício do Juqueri, que pensa que é o pres. Zezinho.

69 – TANCREDO NEVES: um dos maiores políticos do RJ, sofre de uma doença misteriosa.

15 - SR. JARBAS: motorista do Presidente de Nascença em suas viagens a Pernambuco

75 - FHC: dando aula na Sorbonne com o titulo "Porque sou melhor que Lula".

17 - CACHORRO-LAGOSTA: latifundiário e candidato a vice do pres. Zezinho

1/2 - PRES. ZEZINHO (direita) e EFEBO: O deputado de bolso é cotado para o Itamaraty


Pres. Zezinho luta contra doença misteriosa

01/05/2010

A estranha doença altera a plumagem de alguns animais.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, mobilizou todo o seu talento como gestor para enfrentar uma terrível e misteriosa doença que vem afetando milhões de brasileiros: a dilmasia.

Trata-se, ao que parece, de uma doença do trato gastrointestinal, visto que sua ocorrência parece estar associada ao alto consumo de pão-de-queijo, tutu de feijão e carne de porco. Reforça esta hipótese o fato de que os cientistas constataram a ocorrência da doença circunscrita ao estado de Minas Gerais.

Inicialmente,  por mecanismos ainda desconhecidos, a doença atingiu prefeitos do estado de MG, mas agora espalhou-se e afeta indistintamente quase todos os grupos sociais do estado.

Seleção natural: cientistas suspeitam que os tucanos de cor amarelo e azul têm dificuldades para sair do chão.

Outra preocupação é que a doença vem se expandindo também entre os animais irracionais. Aves da família dos Ramphastideos em todo o Estado tem mostrado sintomas da doença, que os faz iniciar uma estranha migração em direção ao norte. Muitos ramphastídeos mineiros têm se afastado da divisa com São Paulo. Outros têm deixado as montanhas e migrado  para áreas mais baixas, em um movimento serra abaixo.

Amparado na sua experiência como o Maior Ministro da Saúde de Todos os Tempos, o Presidente de Nascença certamente irá solucionar o problema, segundo seu assessor para assuntos laudatórios, Ricardo Bolat.

A distribuição de sal-de-fruta não foi eficaz contra a dilmasia em Minas Gerais.

O Mais Importante dos Líderes da Mooca já tomou providências. Determinou inicialmente a distribuição de sal-de-fruta aos correligionários mineiros, mas a ação foi infrutífera e contraproducente:  aumentou o número de casos de dilmasia em Minas Gerais.

Numa nova tentativa, ordenou a sua equipe de propaganda na internet, composta por Gregório de Matos e pelo filho de Gepeto, que crie um blogue na internet para falar que a doença poderá acabar com a camada de ozônio, fazer o Brasil perder a copa do mundo e levar os ramphastídeos à extinção.  A equipe recusou-se a publicar esta última parte, por estar fora do objeto do seu trabalho publicar notícias deste teor.

Por hora, no entanto, a doença misteriosa segue crescendo. Variações da doença aparecem no Nordeste, atingindo vários candidatos a deputado da UDN, e em São Paulo, onde parece ter grande impacto sobre sindicalistas.

Comentário da tia Carmela

Esse negócio de azia, não é novidade. O Zezinho desde criança se queixava de sentir azia. Sempre que acontecia alguma coisa que ele não gostava, ou ele estava prestes a levar um castigo, ele punha a mão na barriga, fazia uma cara de sofrimento e dizia: “estou com uma azia terrível”.  E a mãe dele se preocupava e esquecia do castigo. Ele sempre levava sal de fruta Eno com ele para a escola. Às vezes ele punha no copo de água da professora, quando ela se distraía. Mas isso é outra história…


Gov. Zezinho traído: por causa do tutu, mineiros quebram unidade da oposição

05/03/2010

Brasão sob suspeita: Na UDN paulista, há fortes desconfianças sobre as reais convicções dos mineiros.

Apesar da aclamação das massas, a chapa genialmente montada pelo Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, tendo como vice o simpático e veloz piloto de bólidos, Rubinho Barrichello, não conseguiu a unanimidade na UDN, agremiação política que congrega os adversários do usurpador do Planalto.

As piores reações vieram da Associação Mundial de Restaurantes Mineiros.  Lembrando disputas gastronômicas que remontam à Guerra dos Emboabas, no século XVII, seu presidente afirmou, em editorial d’O Estado de Minas:

“O gov. Zezinho fala que as massas apóiam sua chapa com Barrichello.  Temos nossas discordâncias. A gente de Minas está sempre pronta a servir a Pátria, mas não aceita que coloquem o macarrão como prato principal e o tutu como acompanhamento; para nós, o tutu sempre será o mais importante”.

Apesar de seu pacifismo, o tutu tornou-se centro da discórdia na UDN.

Não adiantaram as garantias do coordenador da campanha já campeã, o sr. Lobo, de que o tutu será a principal prioridade do governo do Presidente de Nascença: em sua última visita a MG, o governador Zezinho foi recebido com hostilidade por cerca de 3 mil tancredos, que gritavam “Brasil, Urgente, Tancredo Presidente” e exibiam faixas: “O tutu é de Minas e ninguém tasca”.

O governador Zezinho, em pessoa, reuniu-se com o presidente da Associação Mundial de Restaurantes Mineiros.

Travaram um furtivo encontro durante a  madrugada, mas foram moucos os ouvidos do grande líder da mineiridade aos apelos do Mais Genial dos Homens Públicos.

Quando, em uma tentativa desesperada de convencimento, o governador Zezinho disse que gostava muito de tutu, o mineiro-mor respondeu:

“Eu sei que o senhor gosta de tutu, mas vocês paulistas querem o tutu todo para o prato de vocês.”

A conversa encerrou-se aí.

Comentário da tia Carmela

Quando era menino, o Zezinho já gostava bastante de tutu. Uma vez, ele foi trabalhar com o pai dele no Mercadão. Na hora do almoço, ele, o pai e o tio foram almoçar em um restaurante ali na avenida Mercúrio, em frente ao mercado. Como era segunda-feira, o prato do dia era Virado a Paulista, que é servido com tutu. Na hora em que chegou a comida, o Zezinho pegou o tutu e colocou todo no prato dele.  Comeu o tutu dos três. Depois, vocês imaginam como ficou a barriga dele, de tarde…


Cuscuz de FHC não seduz Neves: chapa puro-sangue tucana fracassa

14/01/2010
Neves: compromissos com Madonna

Neves: compromissos com Madonna e com a gente de Copacabana.

A última tentativa de montar uma chapa puro-sangue tucana fracassou nesta segunda-feira.  O ex-presidente e ex-pensador FHC ofereceu um jantar em sua residência, na Caverna do Ostracismo, ao governador mineiro Tancredo Neves, com o intuito de convencê-lo a formar uma chapa puro-sangue com o governador Zezinho, o Mais Preparado dos Brasileiros, para a vindoura eleição deste à presidência da república.

Tancredo permaneceu mudo a maior parte do tempo. Recusou a comida (carne assada e cuscuz à paulista) e a oferta da vaga de vice-presidente na chapa puro-sangue. Alegando compromissos com a gente de Minas e com a cantora Madonna, o grande estadista da conciliação nacional disse estar impossibilitado de aceitar a tarefa de ser a nova Rita Camata.

A negativa de Tancredo Neves consternou os participantes dos jantar: além de FHC, participaram o presidente do partido, Sérgio Guerra (PSDB-PE) e o empresário Tasso Jereissati (PSDB-$$).   O Governador Zezinho não compareceu, apenas mandou seu menino de recados, Roberto Freire, avisar que estava ocupado.

FHC e seus amigos tentaram todos os argumentos para convencer Neves a aceitar a proposta de compor a chapa puro-sangue.  Aos prantos, ajoelharam-se aos pés do grande ícone da Nova República, prometendo mundos e fundos. Em desespero, FHC prometeu a Neves a nacionalidade paulista e a presidência perpétua do PSDB-SP.  O cantor Milton Nascimento (MPB-MG), convidado para animar o evento, cantou “Coração de Estudante” e levou os presentes às lágrimas, mas Tancredo não se moveu e manteve seu sorriso matreiro durante todo o jantar.

Ao ver que os esforços de seus patrões eram inúteis, o cozinheiro Caetano, um antigo compositor baiano que trabalha na Caverna do Ostracismo em troca de teto e comida,  chorava e gritava: “Ingrato! Além que não querer ajudar o Mais Preparado dos Brasileiros, não quis nem provar o cuscuz que eu preparei com tanto carinho!”

Quando o mineiro partiu, o ex-pensador FHC fez um comentário desdenhoso com seus convidados e serviçais: “Até que foi bom. Ele não servia para uma chapa puro-sangue: está que é só pó e osso…”

Comentário da Tia Carmela: 

O Zezinho sempre gostou de sumir em ocasiões importantes. No dia da  confissão para a primeira comunhão, por exemplo, o pai dele precisou ir buscar o moleque no campinho, porque ele tinha ido jogar bola. Quando fazia alguma coisa errada, então, ninguém achava o moleque…


Com ciúme de Aécio, Serra dá tapa e empurrão em Reinaldinho Cabeção

02/11/2009

Em um momento de pungente humanidade, o Mais Preparado dos Brasileiros, governador Zezinho da Locomotiva da Nação, deixou-se levar por seus sentimentos e cedeu à força do ciúme. Desta vez o alvo de seu ciúme foi o governador de Minas Gerais, Aécio Neves.

O fato ocorreu durante a solenidade de inauguração do 900º pedágio do Estado. O governador Zezinho recebeu a informação de que o atual Itamar Franco do Palácio da Liberdade havia participado de um evento esportivo com lutadores de Vale Tudo e, excitado pelo clima de saúde, suor e feromônios do lugar, teria dado um tapa e um empurrão na senhora que o acompanhava ao certame.

valetudo

O cartaz do evento já está pronto.

Tal fato impressionou sobremaneira o Presidente de Nascença, que, visivelmente contrariado,  comentou com seu Secretário Especial para Assuntos da Microsoft, Paulo Renato:

– Por que deixamos o Aécio fazer isso antes? Participar de um evento de Vale Tudo seria ótimo para reforçar minha imagem pública!

– Podíamos pedir para a Globo preparar uma campeonato só para o senhor participar, governador.

– Nada disso. Vamos organizar o nosso. Tenho uma amiga que trabalha na televisão e ela entende muito de esportes e pode nos ajudar. Vou ligar para ela.

A irritação do Líder dos Economistas Lapeanos aumentou quando chegou perto dele seu jornalista de estimação, Reinaldinho Cabeção, para elogiar a qualidade da praça de pedágio sendo inaugurada:

– Parabéns, Grande Condutor do Povo Brasileiro! Este é um dos pedágios mais belos que já vi! Duvido que o Lula consiga fazer um pedágio tão bonito!

Irritado por ter sido interrompido apenas para mais uma adulação ordinária de seu jornalista de estimação, o Gênio Inconteste do Hemisfério Ocidental deu um tapa na parte oriental da retaguarda do profissional da comunicação, e empurrou o assustado jornalista para longe:

carc

Reinaldinho Cabeção chorou muito depois de apanhar.

– Reinaldinho, já falei pra você não me interromper quando estiver pensando maldade! Vá conspirar com a Miriam Cochonne um pouco e me deixa em paz!

O infeliz jornalista afastou-se com os olhos rasos de água. O Mais Gentil dos Brasileiros comentou com seu brilhante interlocutor:

– Esse Reinaldinho não aprende! Sabe que fico irritado! Agora vou ter que  encomendar a ele um texto falando mal de alguém, para ele parar de chorar!

Correligionários e admiradores ficaram enternecidos com esse momento de comovente humanidade do Grande Lançador de Luz Sobre os Ignorantes Brasileiros e comentavam:

– É, de fato, o Maior dos Brasileiros, o nosso futuro presidente: além de ser tão preparado, é uma pessoa cheia de sentimentos, espontânea, capaz de reagir como uma pessoa qualquer e, ao mesmo tempo, capaz de ter idéias excepcionais!

Comentário da Tia Carmela: O Zezinho sempre se descontrolava, lá na Móoca, quando ficava enciumado com alguma coisa que outro menino fazia. E sempre descontava no Reinaldinho Cabeção. Uma vez, no tempo do grupo escolar, teve dois meninos que brigaram na saída da escola, trocaram socos e rolaram no chão. A molecada fez uma roda para ficar assistindo e no dia seguinte só falavam disso na escola. O Zezinho morreu de ciúme porque no mesmo dia saíram as notas e ele tinha tirado 10 em tudo, até em Educação Moral e Cívica, mas ninguém ligou, pois os meninos só falavam da briga. Então o Zezinho, quando saíram da escola, começou do nada a bater no Reinaldinho Cabeção, que tomou um susto danado e começou a chorar. E o Zezinho batendo. Só parou quando o Chicão, o menino mais velho da turma, que era repetente, disse: “Ô Zezinho… Bater no Reinaldinho Cabeção não vale…”