Em busca do vice ideal, Pres. Zezinho faz simpatia para Sto. Antonio

13/06/2010

Sempre preocupado com os direitos humanos, o pres. Zezinho dispensou a Santo Antonio o tratamento que Mrs. Clinton dispensa aos hóspedes de Guantánamo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, continua buscando o candidato a vice ideal para dividir com ele as alegrias e tristezas da campanha e daquele que será O Maior Governo Que o Brasil Terá em Toda a Sua História.

Não é fácil, no entanto, encontrar a tampa certa para a panela. O Presidente de Nascença tem buscado dia e noite aquela pessoa que será sua companheira em todos os momentos até 2018.

Várias tentativas foram feitas, sem sucesso. O pres. Zezinho colocou anúncios na internet e em jornais, abriu seleção pública, foi ao programa Namoro na TV, entrou no orkut e no twitter, tudo em vão.

Consultada, a coordenação da campanha do Mais Amado dos Brasileiros atribui a dificuldade ao  seu temperamento um pouco reservado e exigente. Em off, no entanto, pessoas próximas comentam que o pres. Zezinho sofre com a chaga da desilusão: desde que Demoarruda Bauducco, sua alma-gêmea, foi fazer um retiro espiritual no Convento da Papuda, o Mais Competente dos Gestores vive acabrunhado.

Era público que o honestissimo político candango era seu preferido como vice. Várias vezes, o pres. Zezinho referiu-se a Demoarruda como “a outra metade da laranja”.

De repente do riso fez-se o pranto Silencioso e branco como a bruma E das bocas unidas fez-se espuma E das mãos espalmadas fez-se espanto De repente da calma fez-se o vento Que dos olhos desfez a última chama E da paixão fez-se o pressentimento E do momento imóvel fez-se o drama De repente não mais que de repente Fez-se de triste o que se fez amante E de sozinho o que se fez contente Fez-se do amigo próximo o distante Fez-se da vida uma aventura errante De repente não mais que de repente.

Apesar de ter uma certa preferência pelo Cachorro-Lagosta, simpática liderança da vanguarda canina da UDN, o pres. Zezinho continua procurando. Talvez vítima de intrigas de setores da UDN que não valorizam a lealdade e obediência do Cachorro-Lagosta, o Almirante do Tietê segue triste e solitário em sua campanha.

O Cachorro-Lagosta anda desanimado: tanta simpatia não tem ajudado em nada.

No último sábado, um acontecimento fez com que sua tristeza obrigasse o Mais Glorioso dos Filhos da Mooca a agir. Ao participar de uma festa em sua homenagem, em Salvador, o pres. Zezinho não tinha um vice para levar como acompanhante. Ligou para vários correligionários, mas todo mundo disse que tinha outro compromisso. Vendo-se em situação tão frágil, e com inveja de outros candidatos e candidatas que já têm vice, o Maior dos Gênios resolveu tomar providências.

QUADRILHA: UDN fez festa junina para comemorar a simpatia do pres. Zezinho

Consultou o sr. Minésio, seu entusiasmado apoiador em Minas, que lhe disse: “você precisa fazer uma simpatia”.  O pres. Zezinho respondeu: “Simpatia? Não faço a menor ideia do que seja”. Então Tancredo Neves ensinou-lhe uma antiga simpatia mineira.

O Presidente de Nascença colocou uma imagem de Santo Antonio de cabeça para baixo. Depois, colocou três pétalas de rosa em um copo com água e deixou no relento por cinco dias. Ao fim desse prazo, irá beber a água e logo arrumará um vice.

Até lá, todas as noites o Presidente de Nascença também reza a Oração de Santo Antonio:

Santo Antonio não dá garantia.

“Meu grande amigo Santo Antônio, tu que és o protetor dos que buscam a cara-metade, olha para mim, para a minha vida, para os meus anseios. Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos, as desilusões, os desencantos. Faze que eu seja realista, confiante, digno e alegre. Que eu encontre um vice que me agrade, seja trabalhador, virtuoso e responsável. Que eu saiba caminhar para o futuro e para a presidência juntamente com meu vice com as disposições de quem recebeu de Deus uma vocação sagrada e um dever social.  Assim seja.”

Segundo fontes ligadas a Santo Antonio, parece que será possível atender o pedido de arrumar um vice. Quanto aos demais pedidos, o santo informou que faz milagres, mas o impossível é só com Deus.

Comentário da tia Carmela
No meu tempo a gente respeitava os santos e não amolava a paciência deles com essas coisas. Apesar que o Zezinho sempre gostou de avacalhar com o Santo Antonio. Quando ele era menino, lá na Mooca, ele gostava de atrapalhar as simpatias que as mocinhas faziam para arrumar namorado. Uma vez, uma vizinha fez a simpatia do prato de água com os papeizinhos com o nome dos rapazes, e deixou o prato no quintal de casa, no sereno. O Zezinho e o Reinaldinho Cabeção entraram no quintal e trocaram todos os papeizinhos por outros, escrito “Zezinho” em todos eles. Quando descobriu, a menina ficou uma fera e mandou o irmão mais velho ir tirar satisfação com ele…

Anúncios

Terceiro pacote de figurinhas do álbum “Os Amiguinhos do Zezinho”

21/05/2010

Seu fim-de-semana será mais divertido. Você vai poder encontrar seus amigos e trocar figurinhas do álbum “Os Amigos do Zezinho”, o maior sucesso no mundo das figurinhas.

Neste post, mais um pacotinho de figurinhas para aumentar sua coleção.

Clique nas figurinhas para ganhar um presente.

Mande suas sugestões de figurinhas e de números para elas.

Clique aqui para ver os outros pacotinhos de figurinhas.

214 - AMIZADE SINCERA: o Presidente de Nascença (direita) beija o herói das diretas, Tancredo Neves. Cortesia do leitor Douglas.

168 - GENÉRICOS: O genial vanguardista e ex-pres. Itamar copiou em 1993 a idéia luminosa que o Pres. Zezinho teve em 1996.

157 - FIDELIDADE: Mesmo preterido para o governo do estado, Aluisio Biggs de Oliveira segue fiel ao pres. Zezinho.

41-A - AJUDA DOS CÉUS: Devotos de Santo Expedito (PSDB-RO) mobilizam-se para conseguir votos para o pres. Zezinho.

4 - AMOR AOS PAMPAS: Oposicionistas gaúchos tentam envenenar o pres. Zezinho contra a cleptogovernadora Yeda.

320 - PEDAGOGIA INOVADORA: Paulo R. Gates de Souza foi secretário de educação e assuntos gráficos do gov. Zezinho e distribuiu divertidos livros de educação sexual aos alunos.

18 - A popularidade do Cachorro-Lagosta, candidato a vice, garantirá ao pres. Zezinho o voto infantil dos paulistas.

98 - PAZ NO CAMPO: A Sen. Kláudia Abreu (UDR-TO) é cotada para ser vice do pres. Zezinho.

70 - HIGIENE: Desde tenra idade o pres. Zezinho preocupa-se com a limpeza dos salões por onde circula com desenvoltura

93- CAPRICHO: Sen. Alvaro Dias inaugurou novo tom de acaju para a campanha do pres. Zezinho.

68 - IMPRENSA: Os principais órgãos de imprensa têm dado grande cobertura aos resultados positivos da economia e da política externa brasileiras.

317 - FOLGUEDO INOCENTE: o pres. Zezinho (direita) brinca de trenzinho com seu amiguinho Demoarrudinha Balducco.


Júbilo em Higienópolis: termina retiro espiritual de líderes da UDN-DF

13/04/2010

Demoarruda Bauducco e seus confrades da UDN-DF comemoram o fim do retiro espiritual.

Mostrando sua total afinação com os sentimentos das massas, o  Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, comemorou entusiasmado a notícia do fim do retiro espiritual do líder da UDN-DF e de alguns de seus probos assessores.

O Presidente de Nascença comentou aliviado com assessores que essa notícia era o mais importante fato da política brasileira deste ano, e apenas lamentou que o final do tempo de penitência de Demoarruda Bauducco (P$DEM-DF) tenha ocorrido depois da festa de debutante de sua candidatura.

A nota triste do evento foi um desencontro entristecedor.  Sempre cuidadoso e gentil com os correligionários, o Mais Competente dos Homens Públicos havia enviado um pedaço de bolo da festa para o Convento da Papuda, onde  ao ex-gênio da gestão pública fazia o retiro.  O bolo chegou após a saída de Demoarruda, infelizmente. Mas o presidente Zezinho já mandou entregar outro, desta vez sem serra dentro.

Mercado vibra com volta do irmão do Pres. Zezinho

Para comemorar a libertação da outra metade da laranja gerencial demotucana, o Mais Formidável dos Políticos determinou a seus assessores um ciclo de comemorações, entre os quais se destacam:

  • A Assembléia Bajulativa de São Paulo aprovou a concessão do título de paulista honorário a  Demoarruda Bauducco;
  • O super-herói GOLDMAN decretou feriado estadual;
  • Foi reduzido o ICMS uma série de itens:  panetone e suas matérias-primas, roupas íntimas e bolsas, tendo em vista a reativação do Programa Panetone São Paulo.

Segundo a sra. Miriam Cochonne, essa redução de impostos será muito mais efetiva para a economia brasileira que a demagógica redução do IPI dos automóveis no auge da crise de 2008-2009, que não teve nenhum impacto na economia nacional.

Graças a esse sábio comentário da Keynes de Saias, o  fim do retiro espiritual do Careca No. 2 foi muito bem recebido pelo mercado.  A  Bovespa entrou em polvorosa, com as  ações das principais companhias fabricantes de panetone, farinha de trigo, cuecas e meias subindo vários pontos percentuais após o anúncio.

Reviravolta política

Logo após sair do Convento da Papuda, Demoarruda Bauducco enviou mensagem para o  presidente Zezinho dizendo que gostaria de voltar a assumir seu papel de vice na chapa para a já vitoriosa eleição. Imediatamente pipocaram no Twitter vários pedidos para que o ex-governador do DF fosse relançado como vice do Futuro Maior  Presidente de Todos os Tempos.

Agora o presidente Zezinho deverá administrar uma crise nas bases da UDN. O atual candidato a vice, Cachorro-Lagosta, já avisou que não pretende largar o osso.

Ainda com esperanças, a cleptogovernadora Yeda Crusius (P$DB-RS), também declarou que pretende ser candidata, respaldada pela excelente imagem de seu governo nos pampas,  e que  não se deixará comprar por uma caixa de panetone. Alguns assessores comentam que, por duas, talvez saia negócio.

Entretanto, o jornalista Merdoval Pedreira comentou hoje que esta notícia é totalmente descabida.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca foi de comemorar quando seus amiguinhos saiam do castigo. Em geral, ele ficava era dizendo bem-feito, bem-feito… Mas, quando era um amigo especial, às vezes ele ficava feliz, sim. Não por causa do amigo, mas porque ia voltar a ter um parceiro para suas traquinagens…


Ameaças de Arruda: Gov. Zezinho reage com serenidade

23/02/2010

Como era de se esperar de um homem de sua incomparável envergadura moral, o Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, reagiu com serenidade às ameaças do governador do DF, Demoarruda Bauducco (PSDEM-DF).

Contrariado pela escolha de Dilma para a vaga de vice-presidente na chapa purossanguessuga do governador Zezinho, o  recluso  cleptocandango enviou mensagem  ao governador Zezinho, diretamente da cela onde está injustamente preso.

No recado, Demoarruda ameaça abrir o bico que conserva de seus tempos de tucano e revelar a receita do panetone distribuído no Programa Panetone S. Paulo, caso seu nome não volte a ser considerado para a vice-presidência. Como está incomunicável, o ex-líder de FHC no Congresso usou uma  barata-correio treinada para levar a mensagem, escrita no verso de um duvidoso anúncio de panetone.

Sempre perspicaz, o assessor Diogo de M. estranhou o papel em cujo verso o recado foi escrito.

A mensagem levou pânico ao QG de campanha do governador Zezinho. Desesperada, a assessora para assuntos econômicos e ambientais, sra. Miriam Cochonne, subiu na mesa e começou a gritar “tirem este monstro daqui!”, mas logo se corrigiu e salvou seu emprego: “eu quis dizer, esse bicho nojento!”  O assessor para assuntos culturais, Diogo de M., também desesperou-se com o ortóptero adestrado e gritava: “isso veio da PF de Brasília, tem mão do Lula aí!”

Desce macio e reanima: A generosa assessora Hipólita da Costa dividiu seu drinque com a barata.

O assessor para assuntos inglórios Bob Freire (PPS-SP), foi encarregado de capturar o inseto-mensageiro e enviá-lo de volta a Brasília, onde uma equipe de ninjas gaúchos treinados na segurança do Palácio Piratini promoveu seu desaparecimento. A heróica barata já havia cumprido sua missão, e foi incinerada com honras, em fogueira de palha seca de chimarrão, durante solenidade de queima de arquivos abrilhantada pela presença do general romano Agripinus (ARENA-RN) e a cleptoprenda Yeda Crusius (PSDB-RS).

Sereno, como convém a um homem de sua estirpe e quilate, o Presidente de Nascença acalmou sua equipe de assessores com uma gentil, porém firme, ameaça de demissão.  Altivo e sobranceiro, o Iluminado Ser Sem Rancores exortou seus serviçais a exercerem as virtudes cristãs da paciência, da compaixão e do perdão.  Em sua homilía aos temerosos assessores, lembrou-os que a melhor coisa a fazer nessa situação é perdoar e oferecer a outra face ao agressor.  Entusiasmada com a sabedoria ali transmitida, a redatora de panegíricos Eliane Cantanhêde publicou artigo na imprensa amiga defendendo a aceleração do processo de Beatificação do governador Zezinho.

O Inexorável Presidente repetiu a seus assessores  o que já havia publicado em seu twitter @govzezinho:  tal atitude destemperada era fruto do sofrimento de Demoarruda, vítima de uma terrível perseguição e tortura psicológica, promovidas pelas hostes petistas para desestabilizar a vitoriosa campanha do Mais Competente dos Brasileiros. Afirmou estar seguro de que as ameaças não se concretizarão: “O Demoarruda jamais faria algo contra mim. Nós somos como almas gêmeas, unha e carne, dois carecas, dois irmãos”, referindo-se ao fato de que os dois grandes estadistas formavam a dupla Careca e Carequinha, que costumava se apresentar nos comícios do poeta amazonense Virgílio, quando ainda havia gente disposta a votar nele.

Tanta serenidade não significou falta de precaução. Cuidadoso, o governador Zezinho ordenou ao seu secretário de educação e assuntos gráficos, Paulo Renato Gates de Souza, que destruísse os caderninhos onde estavam anotadas a mão as receitas do Programa Panetone São Paulo, que eram compartilhadas com o Programa Panetone DF, criado por Demoarruda Bauducco. As anotações com o registro da origem dos ingredientes e lista das receitas auferidas estavam enfurnadas em um cofre em um ilha no Caribe, por segurança.

Os livros com as receitas do panetone, esmeradamente impressos na gráfica Plural, foram destruídos por precaução.

Depois, em  entrevista especialmente convocada, o Mais Competente dos Brasileiros fez questão de reafirmar: “Demoarruda não fará nada contra mim. Nele, eu confio integralmente”. E aproveitou para alfinetar o governador da rodovia BR-3: “Se fosse o Tancredo Neves, aí eu estaria mais preocupado”.

Comentário da tia Carmela

E desde quando o Zezinho perdoa alguém? Quando ele era criança, lá na Mooca, quando algum menino fazia alguma coisa de que ele não gostava, o Zezinho não sossegava até se vingar dele. Às vezes, se vingava até mais de uma vez. Mas, mesmo vingado, ele nunca perdoava. Lembro de uma história até engraçada, apesar de triste: uma vez o Geraldinho, que era de uma família de turcos que tinham uma lojinha de armarinhos ali na rua da Mooca, na esquina da rua Orville Derby, quis fazer o papel de Deodoro no jogral sobre a proclamação da república que iam montar na escola. Era uma espécie de concurso, e todas as classes tinham que montar um jogral sobre o mesmo assunto. Só que o Zezinho também queria o papel de Deodoro, que era o principal, e o Geraldinho insistia. Aí o Zezinho mandou o Reinaldinho Cabeção espionar como estava sendo montado o jogral das outras classes. Quando soube que tinha uma classe que ia fazer um jogral muito melhor que o deles e ganhar o prêmio, o Zezinho desistiu e disse para o Geraldinho: tudo bem, pode ser você o Deodoro. E o Zezinho disse que para ele estava bom preparar as folhas com as falas que cada menino ia ler no dia da peça. Quando chegou o dia, o Zezinho entregou uma folha com um monte de bobagens escritas para o Geraldinho. Quando ele leu a primeira frase, todo mundo riu. Conforme ele ia lendo, o vexame ficava cada vez maior. E o Zezinho e o Reinaldinho Cabeção riam mais que todo mundo…


Gov. Zezinho escolhe Dilma para sua vice

21/02/2010

Para vários analistas a escolha não foi surpresa. Os dois vinham sendo vistos juntos com frequência.

Preocupado com os rumos das próximas eleições presidenciais, o Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, resolveu antecipar suas decisões. Já escolheu o nome de quem terá a honra incomparável de ser vice-presidente em seu futuro e inexorável governo.

Trata-se da secretária de saneamento e energia do estado, sra. Dilma Pena, que já aceitou a indicação. A candidata a vice do Presidente de Nascença vem credenciada pelo excelente desempenho do governo no combate a enchentes e na transformação da SABESP na maior empresa de publicidade do Brasil.

Pesou em sua escolha o fato de ser titular de uma pasta que trata de dois assuntos onde os demotucanos têm obtido resultados maravilhosos como o Racionamento de Luz do governo FHC e o Programa de Esportes Pluviais do governador Zezinho.

Rio Tietê: A Dilma do Zezinho tem resultados a mostrar.

A escolha foi definida neste domingo, em almoço na residência oficial do ex-pensador FHC, na Caverna do Ostracismo, fundos.  Além do ex-gênio da raça, participaram da reunião os presidentes do PSDB, S. Guerra, e de suas duas filiais, Bob Freire (PPS-SP) e César Maia (PFL-RJ).

Além dos dirigentes partidários, também  participaram do almoço, preparado pelo cozinheiro Caetano, os mais importantes assessores do Mais Genial dos Homens. A única a não comparecer foi a assessora de imprensa Hipólita da Costa, que ficou presa em um engarrafamento, devido a mais uma chuva maldosa que gerou nova enchente em SP. De cara cheia, a cidade não permitiu que a pioneira da imprensa nacional chegasse ao destino.  Miriam Cochonne comentou ironicamente a incapacidade da  sua rival em livrar-se dos engarrafamentos: “essa Hipólita não tem jeito, vive engarrafada…”

Resistências e apoios

Gratidão: Seu Roberto, presidente da Associação de Moradores do Jd. Romano, declarou apoio à Dilma do Zezinho.

A decisão do Majestoso Encéfalo, apesar de surpreendente, obteve  apoio unânime das lideranças partidárias, dos assessores e da  imprensa, além de várias lideranças comunitárias. Entretanto, o Mais Brilhante dos Gestores deverá enfrentar algumas resistências ao nome de sua Dilma.

Antigos pretendentes, como Demoarruda Bauduco (PSDEM-DF)e a cleptogovernadora Yeda Crusius (PSDB-RS), que chegaram a ser anunciados para o cargo, demonstraram grande contrariedade.   A cleptotucana telefonou ao governador Zezinho dizendo que já havia encomendado o projeto de reforma de sua residência oficial em Brasilia, o Palácio do Jaburu, e não tinha cara de ligar para os fornecedores para cancelar os pedidos de móveis, pufes e cortinas.

Já o cleptocandango enviou mensagem de protesto ao governador Zezinho, diretamente da cela onde está injustamente preso, sem direito a panetone ou a usar cuecas. Como está incomunicável, o ex-líder de FHC no Congresso usou uma  barata-correio treinada para levar a mensagem.  No recado, Demoarruda ameaça abrir o bico e revelar a receita do panetone distribuído no Programa Panetone S. Paulo, caso seu nome não volte a ser considerado para a vice-presidência. Segundo o jornalista Merdoval Pedreira, entretanto, esta notícia é absolutamente descabida.

Era visível também a decepção do general romano Agripino (ARENA-RN).  Apesar disto, parecia resignado, e, ainda que lamentasse a  escolha, ressaltou que a escolhida honra o passado da família ilustre de onde vem: “é uma grande Pena”, afirmou o Serra do Nordeste.

Comentário da tia Carmela

Acho que essa senhora não vai se dar bem… Com esse nome, é bem capaz que o Zezinho queira descarregar nela quando as coisas forem mal…


Devido à falta de Panetone, Zezinho distribui cheques

13/02/2010

A injusta prisão do seu candidato a vice-presidente preferido e ex-governador demotucano do DF, Demoarruda Bauduco (PSDEM-DF), além de trazer muita tristeza ao Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, trouxe-lhe também um enorme problema para continuar sua tarefa de fazer o bem ao povo paulista.

O gov. Zezinho espinafrou seu subordinado: como vocês deixaram acabar o estoque de panetone?

É que o encarceramento do ex-lider de FHC no Congresso e eterno tucano desorganizou totalmente o fornecimento de panetone para o Presidente de Nascença e seus aliados.   O produto desapareceu totalmente do mercado. Ao se entrar em qualquer diretório ou comitê dos partidos dacampanha  da salvação nacional  (PSDB-DEM-PPS) o quadro é o desolador: ao se perguntar “hoje tem panetone?” a resposta é sempre: “está em falta e não sabemos quando vai ter novamente”.

A carência desse item fundamental à prática política demotucana atinge também o governo da Locomotiva da Nação tão bem conduzida pelo gov. Zezinho.  O Programa Panetone São Paulo teve que ser interrompido. Por isso, o Presidente de Nascença resolveu, com seu Majestoso Encéfalo, inovar.  Substituiu a distribuição de panetone por distribuição de dinheiro, mesmo, na forma de cheques.

Apesar de inicialmente contrariado, logo o Mais Correto dos Brasileiros compreendeu os benefícios de sua nova estratégia política, ao ouvir a comentário de uma das beneficiadas: “Se depender de mim, ele será presidente”, afirmou a dona de casa Alessandra Fernandes, 33, após receber seu cheque (veja matéria original em um dos press-releases do comitê de campanha do Melhor dos Brasileiros).

A declaração ocorreu em uma solenidade de entrega desinteressada de cheques promovida pelo Mais Bondoso dos Homens, no interior de SP.

Seu Onestes (dir.), antigo correligionário do gov. Zezinho no interior de SP, perguntou: "E eu? Quando vou receber meu cheque?"

Antes de iniciar-se a distribuição dos cheques, o assessor para assuntos inglórios do Mais Generoso dos Brasileiros, Bob Freire (PPS-SP)  gritou para os presentes: “Aí, pessoal, esse cheque não precisa guardar na cueca!”, o que arrancou risadas constrangidas da platéia.

Sempre zeloso, O Jornal Mais Vendido do Brasil correu a esclarecer que não se tratava de compra de votos, para evitar mais um trololó petista.

Na abertura da solenidade, a Glória de São Paulo emocionou-se com a homenagem prestada ao seu desaparecido amigo de fé, irmão, camarada, Demoarruda Bauducco. Um coro de crianças cantou a música “Alma Gêmea”, de Fábio Junior (“Carne e Unha / Alma Gêmea, bate coração / As metades da laranja / Dois carecas, dois irmãos /Duas forças que se atraem…”), grande sucesso da dupla caipira formada pelos dois, Careca e Carequinha.

O governador Zezinho emocionou-se e fez um discurso de improviso sobre seu parceirinho lembrou as palavras de FHC sobre seu ex-vice enjaulado: “Pela boa administração que exerce no DF, José Roberto Arruda é hoje uma das principais lideranças do cenário político nacional”. Com os olhos mareados, olhou para o céu e exclamou: “Como o STF faz uma barbaridade destas?!”

A solenidade foi interrompida por um grupo de manifestantes, que, fingindo ser bem humorados, tentavam ofuscar a beleza daquele momento sublime de encontro de um homem público com seu povo e fã-clube. Aproveitando-se do clima carnavalesco, um grupo fantasiado de petistas subperonistas invadiu o recinto cantando uma inoportuna marchinha carnavalesca. Educadamente, o Mais Gentil dos Brasileiros chamou-os de energúmenos e ordenou sua retirada.

O vídeo abaixo mostra o baixo nível da manifestação dos energúmenos:

Já no final da cerimônia, o governador Zezinho foi informado que o STF, em um covarde gesto de arbitrariedade, havia mantido a prisão do chapa e ex-colega de chapa do governador Zezinho no DF. Imediatamente o governador colocou sua peruca loira feita com fios de origem ainda não esclarecida. Apesar da fama de conservadores, os interioranos aprovaram o novo visual do governador Zezinho.

A cerimônia, então, foi abreviada e o governador, visivelmente nervoso, saiu apressadamente, sem divulgar seu destino nem beijar as criancinhas remelentas. Depois disso, não foi possível localizar o paradeiro do Presidente Ainda Não Empossado. Seu assessor Reinaldinho Cabeção apenas informou que o presidente passaria o fim-de-semana recolhido, mas não recluso.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de panetone. Mas também nunca se importou de trocar o panetone por uns trocados. Uma vez, quando ele era criança, lá na Mooca, ele ganhou um panetone da madrinha dele. Era um panetone da doceria DiCunto, em uma embalagem bonita.  O Zezinho falou, fingindo inocência infantil: “oba! esse eu vou comer sozinho!” E correu para o quarto para esconder o panetone. O que ninguém sabia era que ele foi esconder não para comer. No dia seguinte, vendeu o panetone para o Robertinho, filho da dona Annunciata, pegou o dinheiro e pagou um bando de moleques para escrever com giz nas paredes: “Zezinho é o maior!”…


Mistério: por que Zezinho está de peruca?

12/02/2010

A cantora Madonna negou relação entre a mudança de visual e sua visita ao gov. Zezinho.

Uma agitação sem par tomou conta do Palácio dos Bandeirantes nesta manhã.  O Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, compareceu a seu primeiro compromisso do dia usando uma peruca loira.

Taciturno, Serra pouco falou durante a reunião, que levou ao palácio uma comissão de representantes da indústria de panetones. Os produtores do afamado artigo natalino mostravam-se indignados com a prisão de seu benfeitor, Demoarruda Bauducco (PSDEM-DF). Preocupados com as consequências, os empresários queriam saber do Mais Ético dos Brasileiros se essa injusta ação do STJ prejudicaria o Programa Panetone São Paulo, instituído pelo Majestoso Encéfalo do governador Zezinho.

Serra procurou acalmar seus colaboradores, tentando aparentar tranquilidade. Visivelmente desconfortável com a peruca, explicou que aquele erro gravíssimo logo seria reparado. Informou que iria tomar providências ainda na manhã de hoje para que a justiça fosse feita. E acrescentou: tudo isso que falam do Demoarruda é trololó de petista.

A reunião foi encerrada abruptamente com a notícia da chegada do cantor Fabio Junior ao palácio. Por não se tratar de uma estrela pop internacional como Madonna, os seguranças de Fabio Junior não puderam revistar o gabinete do governador. Mas o cantor foi recebido pela banda da PM que tocou o sucesso do cantor “Sem limites pra sonhar“.

Apesar da gravidade do momento, o cantor agradeceu ao gov. Zezinho pelo Programa Esportes Pluviais

O cantor visitou o governador Zezinho para levar solidariedade ao Mais Amado dos Brasileiros, pela prisão de seu companheiro de calvície e de dupla musical (os dois formaram a dupla Careca e Carequinha).  O cantor e o Mais Confiável dos Brasileiros tornaram-se amigos depois que a dupla encantou o Brasil ao regravar seu antigo sucesso “Alma Gêmea” (“Carne e Unha / Alma Gêmea, bate coração / As metades da laranja / Dois carecas, dois irmãos /Duas forças que se atraem…”).

Depois do encontro com Fabio Junior, o Homem dos Melhores Amigos saiu apressadamente  do Palácio, com seus assessores mais próximos, sem informar o destino. Antes de sair,  telefonou para seus subordinados nos principais meios de imprensa, ordenando a demissão dos fotógrafos que captaram suas  imagens com a peruca.

Mistério

A aparição do Presidente de Nascença com a peruca loira gerou um burburinho entre os jornalistas que publicam os releases do Palácio dos Bandeirantes em seus jornais.

A primeiras hipóteses que surgiram relacionaram a peruca loira à visita de Madonna, que impressionou o governador Zezinho a ponto de ele oferecer-lhe a vice-presidência.

Para aparentar um tom mais crítico, alguns analistas do Jornal Mais Vendido do Brasil especularam que o Mais Honesto dos Brasileiros adotou o acessório em uma tentativa de imitar a ministra Dilma Roussef, que subiu muitos pontos nas pesquisas no período em que precisou usar peruca.

Na imprensa internacional surgiram outras possibilidades. O The Guardian, na Inglaterra, publicou foto do Mais Probo dos Homens Públicos ao lado de fotos da inundação do Jardim Romano, que já dura mais de 2 meses, e afirmou que o Presidente de Nascença adotara a peruca para não ser reconhecido ao passar nas proximidades.

Segundo alguns, o gov. Zezinho teria usado a peruca loira e uma roupa branca para participar secretamente da visita de solidariedade ao Demoarruda promovida pela elite moral da política nacional

Já o New York Times, em sua edição na internet, publica nota comentando e insinuando que o novo visual do governador Zezinho teria algum tipo de relação com a prisão do governador do DF, Demoarruda Bauducco, seu companheiro de calvície, dupla musical e outras coisas mais.    Na mesma linha, jornalistas da revista Contigo publicaram no site da revista que o Exemplo da Ética e da Honestidade Brasileira usaria a peruca para visitar o recluso Demoarruda Bauducco sem ser percebido.  Já o blogueiro Ricardo Bolat afirmou que tudo se tratava de uma intriga patrocinada pelo usurpador do Planalto.

Estranhas coincidências

Mais mistérios: por que Yeda também mudou o visual? Onde foram parar suas madeixas?

Fontes do Palácio dos Bandeirantes garantiram que existe sim relação entre a afronta à justiça cometida pelo STJ e a mudança de comportamento do Presidente de Nascença. Não seria coinciência o fato de que a cleptogovernadora  Yeda Crusius (PSDB-RS), deixou o Palácio Piratini por volta das seis da manhã, também para paradeiro incerto e não sabido. O detalhe é que Yeda, a Reserva Moral dos Pampas, estaria com um visual novo, com seus cabelos loiros cortados bemcurtinhos.

Segundo o jornalista Merdoval Pedreira, entretanto, esta notícia é absolutamente descabida.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre ficou triste quando seus amiguinhos faziam arte e iam de castigo. Lembro que uma vez o Guerino, filho do seu Nicola da loja de ferragens, pegou umas madeiras da loja escondido do pai, para fazer carrinho de rolimã. Quando o pai ficou sabendo, colocou o Guerino de castigo uma semana trancado no quarto, até com as janelas fechadas. Nem pra ir a  banheiro o menino podia sair, tinha um penico para ele usar.  O Zezinho, que gostava muito de fazer arte com o Guerino, ia para a frente da casa dele, quando o pai não estava, e ficavam conversando, mesmo com a janela trancada…