Francine De L’Herbe agora dedica-se ao bordado e ao crochê

09/02/2011

Mme. De L'Herbe sempre gostou de uma vida mais relaxada.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, não pode mais contar em sua equipe com a jornalista Francine De L’Herbe, sua antiga e dileta colaboradora, que recusou-se a assumir a coordenação do Mutirão de Mucamas, alegando ter outras prioridades no momento.

O Presidente de Nascença anda acabrunhado com a estranha decisão de Mme. De L’Herbe de dedicar-se, por razões ainda ignoradas, às artes manuais.

Mme. De L'Herbe fez um belo capacete de crochê para proteger o pres. Zezinho das bolinhas de papel assassinas.

Francine De L’Herbe agora passa os dias em seu ateliê na Caverna do Ostracismo,  fazendo os mais diversos artefatos à base de fibras e outros materiais derivados do cânhamo.

Seus principais fregueses são os vizinhos na Caverna do Ostracismo. Além dos panos de prato, ela produz também toalhinhas para aparar baba, um sucesso no Retiro do Udenista, forros para as gaiolas das aves de estimação do pres. Zezinho (araponga e tucano verde) e capas de crochê para selins de bicileta para seus amigos ciclonudistas.

Nos fins de semana, Mme. De L’Herbe arruma mais algum vendendo seus artefatos em uma barraquinha na feira da Praça da República.

QUERIDINHA: Mme. De L'Herbe agora é a musa da Praça da República.

Segundo fontes lapeanas que não quiseram se identificar, o sr. Geraldinho do Vale teria arrumado a vaga na feira para Mme. De L’Herbe, o que justificaria as reuniões frequentes que têm feito e o interesse do Barão de Pindamonhangaba nas artes manuais praticadas pela  ex-jovem.

Essa aproximação estaria causando desconforto no Maior dos Filhos da Mooca. Comenta-se na Caverna do Ostracismo que o Presidente de Nascença ficou enciumado por essa proximidade entre seu muy amigo Geraldinho do Vale e sua musa da internet ética.

Mme. Francine De L'Herbe fez um belo tapete de cânhamo para o pres. Zezinho, mas ele ainda prefere o Reinaldinho Cabeção.

Mme. De L’Herbe, no entanto, nega que tenha deixado de lado a profunda amizade com o Almirante do Tietê. Ela comentou com amigos da ala descolada da UDN que continua gostando muito dele, mas tem que levar sua vida adiante: “Larguei tudo por causa do Zezinho. Ele me prometeu mundos e fundos no ano passado, e tudo que eu ganhei foi aparecer em um vídeo sem maquiagem e com cara de menina emburrada na internet. O Geraldinho do Vale é meio careta, mas pelo menos me deu uma oportunidade de reconstruir minha vida.”

Corre nos meios udenistas a informação de que Francine De L’Herbe convidou o pres. Zezinho a juntar-se a ela nessa nova fase, dizendo que agora vive sempre relaxada, e que ele deveria fazer o mesmo, para baixar o stress. Entretanto, o Maior dos Brasileiros teria respondido que tem muitas contas a acertar e não tem tempo para essas coisas de bicho-grilo.

Faz tempo que o Barão de Pindamonhangaba anda de olho no blog dela.

Apesar desta sua nova fase, a petista arrependida continua com a atividade que lhe deu mais notoriedade no meio político nacional.  À noite, depois de um último trabalho com materiais à base de cânhamo, ela segue com sua atuação no ramo de produtos químicos perigosos, destilando veneno em seu blog moderninho a serviço do pres. Zezinho.

No entanto, consta que o sr. Geraldinho do Vale anda de olho no blog dela.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Mme. De L'Herbe está bordando os vestidos para a próxima festa junina da UDN.

O Zezinho sempre gostou de artesanato. Naquele tempo, brinquedo era muito caro, não é como hoje que as crianças ganham um monte de brinquedos toda semana. As crianças faziam elas mesmas seu brinquedos, na maior parte das vezes. O Zezinho não era diferente: ele gostava de organizar um dia para os moleques da turma dele fazerem uns brinquedos. Na hora, começava todo mundo a fazer os brinquedos: carrinhos de lata e de carretel, pipas, espingardas de madeira, essas coisas.  Só que o Zezinho não fazia nada, só ficava dando ordens. Uma vez, ele fez isso e, no final, quis pegar pra ele um tratorzinho de lata que um moleque tinha feito. O moleque ficou furioso, disse não e quis bater no Zezinho. Deu a maior confusão e foi todo mundo embora, só ficaram o Zezinho e o Reinaldinho Cabeção, que disse pro Zezinho: “Se você quiser, eu faço um trator igualzinho ao dele pra você”.  O Zezinho pegou o trator que o Reinaldinho Cabeção tinha feito e disse: “Vou ficar com este, mesmo. É uma porcaria, mas você não vai conseguir fazer melhor”. O Reinaldinho Cabeção ficou todo feliz porque o  Zezinho quis o tratorzinho dele.

Anúncios

Paul McCartney, emocionado, ganha autógrafo do pres. Zezinho.

23/11/2010

O figurino de Paul causou estranheza, mas o pres. Zezinho perdoou porque ele é sir.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, é muito generoso com o enorme exército de fãs e admiradores que amealhou em todo o mundo, ao longo de sua profícua vida pública.

Ontem, foi a vez da  bondade do Presidente de Nascença atingir em cheio o ex-beatle Paul McCartney.

Sabendo que o artista inglês era seu fã incondicional, o pres. Zezinho resolveu assistir ao show do menino de Liverpool em S. Paulo. Segundo fontes lapeanas, McCartney resolvera fazer o show na cidade apenas para render tributo ao Mais Genial dos Economistas.

CHARME: As mais belas artistas fizeram fila para conseguir um recuerdo do pres. Zezinho (direita), mas Francine de L'Herbe estragou tudo.

Paul, como cavaleiro da rainha, sabe reconhecer os aristocratas de longe, daí sua admiração pelo Maior dos Brasileiros. O experiente artista chegou a tentar ter um filho com Luciana Gimenez, apenas com o intuito de obter  a cidadania brasileira  para  votar no pres. Zezinho, mas parece que a coisa não funcionou.

Ao ser informado de que o pres. Zezinho encontrava-se no estádio do Morumbi, o ex-beatle emocionou-se e teve uma bem comportada crise histérica, chorando copiosamente.

Só conseguiu fazer o show, visivelmente abalado, porque foi acalmado por Caetano, ex-artista famoso e atual cozinheiro da Caverna do Ostracismo, que fazia um bico de catering para o evento.

Emoção no palco

O ponto alto do show foi o encontro entre Paul McCartney e o Presidente de Nascença.

Depois de meia hora de apresentação, na qual em nenhum momento conseguiu conter um sentido pranto, o ex-beatle parou o show e disse, em português: “Agora vou fazer uma homenagem muito especial, uma homenagem ao Maior dos Brasileiros e ao Mais Genial dos Homens Públicos, o pres. Zezinho!” E começou a tocar Nowhere Man levando às lágrimas todo o estádio.

Em meio à comoção geral, o Maior dos Filhos da Mooca saiu de seu assento e dirigiu-se ao palco. Caminhando entre a multidão, era ovacionado pelo público que gritava “Bolinha de Sabão! Bolinha de Sabão!” em desagravo à terrível agressão sofrida pelo pres. Zezinho.

Paul McCartney disse que admira o pres. Zezinho desde a juventude.

Depois de atravessar com dificuldade a multidão que se acotovelava para apenas conseguir tocar em sua camisa azul, o Excelso Líder Paulista finalmente subiu ao palco e abraçou McCartney.

Perdendo a fleuma britânica, Sir Paul ajoelhou-se, beijou os pés do Maior dos Filhos da Mooca e, com a voz embargada, disse, novamente em português: “Eu queria tanto um autógrafo seu!”. Mas constatou que não tinha trazido papel para o palco.

O pres. Zezinho, então, viu como era amado. Imediatamente, centenas de pessoas do público passaram a atirar bolinhas de papel em sua direção, para que ele pudesse regalar o simpático anglo-saxão com seu autógrafo glorioso.

O Mais Amado dos Brasileiros pegou uma das bolinhas, desamassou-a e apôs sua assinatura, com uma dedicatória: “Para Paul, que, como eu, é mais famoso que Jesus Cristo (apesar de eu ser mais)! Com amizade eterna, do Zezinho.”

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Um grupo de udenistas fez uma bela festa junina na frente do estádio para comemorar a homenagem.

Quando o Zezinho já estava um rapaz e começou a estudar na Politécnica, era bem o tempo do começo dos Beatles. O Reinaldinho Cabeção gostava, naquela época tinha cabelo e cortava o cabelo igualzinho ao do John Lennon. Mas o Zezinho dizia que era contra.  Naquela época, ele vivia metido em política e falava que aquilo era coisa de gente alienada, tanto que ele e os estudantes da turma dele organizavam uns shows com uns artistas que só cantavam em português e ficavam falando de morro, favela, seca e cangaceiro. Ele deve ter começado a gostar dos Beatles depois…


Milagre: Pres. Zezinho recupera-se de atentado fatal

22/10/2010

Em Curitiba, uma importante boneca inflável tucana lançou bolinhas de sabão na usurpadora-mirim do planalto, mas foi em legítima defesa da democracia.

Aliviada, a nação pode comemorar. O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, passa muito bem, depois de ter sofrido um terrível atentado na manhã de hoje.

Alvejado por uma bolinha de sabão assassina, o Presidente de Nascença foi socorrido a um hospital, onde submeteu-se a uma tomografia computadorizada de seu Majestoso Encéfalo.

O resultado do exame surpreendeu os médicos: “ele não tem nenhum arranhão”, disseram.

O ético e competente médico inca venusiano que o atendeu, dr. Jacozinho, informou que o ataque criminoso, capaz de matar imediatamente qualquer ser humano, não deixou sequelas no Presidente de Nascença. O que foi, inicialmente, diagnosticado como inchaço era apenas a expansão da caixa craniana para abrigar seu cérebro ampliado.


O perito Beato Salu provou que o pres. Zezinho não estava em impedimento na hora do lançamento da bolinha.

O Pres. Zezinho reestabeleceu-se tão rapidamente que, apesar da ordem médica de 24 horas de repouso, não parou um minuto. Imediatamente após a tomografia, o Maior de Todos os Sábios deixou o hospital diretamente para o estúdio de gravação de seu novo quadro humorístico: As Videocassetadas do Zezinho.

Beatificação acelerada

O bispo de Guarulhos, D. Luizinho, em programa na Rede Vida,  afirmou se tratar de um milagre, pois foi graças a sua fé  e devoção a si mesmo que  o Mais Cristão dos Brasileiros teve uma recuperação nunca vista.

Segundo o ex-ateu FHC, o milagre acelerará o processo de beatificação in vita do Presidente de Nascença, que poderá ser concluído no final deste mês. O epíscopo de mãos limpas também espera um novo milagre do Pres. Zezinho no dia 31 de outubro: a multiplicação dos votos.


Bento XVI convocou seus assessores para apressar a beatificação do pres. Zezinho

Imediatamente após tomar conhecimento da recuperação inédita e inexplicável do Almirante do Tietê, o Vaticano enviou uma comissão de peritos para avaliar a espantosa recuperação do pres. Zezinho.

Liderada pelo perito em filmes pornográficos de arte Ari Camelo, a comissão surpreendeu-se com o que viu.

Segundo o porta-voz do grupo, o dr. Salustiano Molina, apenas a Rede Globo poderia explicar o fato, pois a ciência não é capaz.

Onde de fé varre o país

Com a confirmação do milagre agora há pouco, pela voz embargada de William Bonner no Jornal Nacional, uma  onda de fé varre o Brasil. Os templos novamente se enchem, desta vez para agradecer ao Todo-Poderoso (no caso, o pres. Zezinho) por mais este milagre. A TV Globo cancelou a exibição da novela e levará ao ar uma edicão especial do Globo Repórter sobre os milagres do Maior dos Brasileiros.

Ao ser informada de que a recuperação do pres. Zezinho podia ser classificada como milagre, a beata Maitê Proença largou as gravações de Passione e correu para a Igreja de San Gennaro (Rua da Mooca, 950). Lá,  rezou dois terços em agradecimento. O terço restante foi levado pelo sr. Paulo Afrodescendente para destino ignorado no Caribe.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina no Jardim Botânico para comemorar o milagre do pres. Zezinho.

O Zezinho sempre gostou desse negócio de milagre. Uma vez, quando ele era criança, a mãe foi com ele na Igreja de San Gennaro. O Zezinho pediu para levarem também o Reinaldinho Cabeção e a dona Serafina deixou. No meio da missa, com a igreja lotada, o Reinaldinho começou a se queixar de dor de barriga, cada vez mais alto. Até que o Zezinho deu um croque na cabeça dele e o Reinaldinho Cabeção saiu gritando: “Milagre! Milagre do Zezinho! Não estou mais sentindo dor de barriga!” Deu o maior bode…


Covardia! Pres. Zezinho tem seu Majestoso Encéfalo profanado

22/10/2010

Um terrível arsenal foi descoberto com os facínoras.

URGENTE!!!

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, foi vítima, agora há pouco, de mais um violento atentado do exército de arruaceiros da usurpadora-mirim do planalto.

O Presidente de Nascença foi atacado por uma perigosíssima bolinha de sabão atirada por um terrorista sanguinário não identificado.

O artefato, de cerca de 3 cm de diâmetro, acertou em cheio sua taxyway direita, atingindo um díptero que lá estava.

Trama perversa

Os terroristas tiveram o cuidado de adicionar um produto químico perigosíssimo  na bolinha de sabão.

Graças ao efeito anestésico do produto, o Almirante do Tietê não sentiu o terrível impacto da enorme esfera do mal, que desfez-se e espalhou-se pelo iluminado crânio que abriga o Majestoso Encéfalo do pres. Zezinho.

COVARDIA PETISTA: Os peritos da Rede Globo ficaram chocados com as terríveis substâncias empregadas.


Os eleitores infantis paulistas da UDN já se preparam para contra-atacar.

Entretanto, o pior ainda estava por vir. A malévola bolinha de sabão também continha em sua composição um terrível veneno que infiltra-se na epiderme da vítima e é ativado por ondas de rádio na frequência de 2100 MHz. Vinte minutos depois, quando o celular do Anjo Puro da Mooca tocou, o veneno depositado pela bolinha de sabão foi ativado e passou a inflingir-lhe as mais terríveis dores, levando o Presidente de Nascença a desfalecer, qual um Cordeiro Imolado.

Um das autoras do atentado foi flagrada, mas escafedeu-se em uma bicicleta da Barbie.

O Líder Impoluto dos Paulistas foi socorrido a um hospital, onde fará uma tomografia. A nação brasileira neste momento é só apreensão. Caminhando pelas ruas das cidades, o semblente do povo é de condoído sofrimento e tensa ansiedade. Por toda a parte, vêem-se igrejas lotadas de brasileiros orando pelo reestabelecimento do Pres. Zezinho. Os que não acorreram aos templos reúnem-se nas praças em vigílias cívicas que exigem punição aos petistas malvados. A hora é grave: nunca nossa democracia esteve tão ameaçada.

Comentário da tia Carmela

REGRA 3: Com a patroa em viagem, o Pres. Zezinho (direita) teve que pedir ajuda à sua assessora para assuntos morais, sra. Soninha Copélia, que largou seus ofídicos compromissos no twitter para cuidar dele.

O Zezinho sempre gostou de brincar de atirar coisas nos outros. Uma vez, quando ele era criança, ele e a cambada de moleques que andava com ele resolveram fazer uma guerra de mamonas. Tinha um terreno, ali perto de onde hoje é o clube do Juventus, que era cheio de pés de mamona. Eles foram para lá, se dividiram em duas turmas e começaram a atirar mamonas uns nos outros. O Zezinho levou um estilingue escondido, então as mamonas que ele atirava batiam com muita força e machucavam os moleques. Até que um moleque acertou uma mamona na cabeça dele, jogando com a mão. Era um moleque miudinho, fraquinho, não conseguia nem atirar a mamona com força. Mas o Zezinho começou a chorar e a gritar, indignado, dizendo “você me acertou, isso é uma violência”. Os moleques fizeram piada com ele, que disse “então não brinco mais”, e foi embora chorando pra casa.

Link curto para este post: http://wp.me/y9tu