Cachorro-Lagosta será o novo presidente da UDN

07/12/2010

O pres. Zezinho declarou: "O Cachorro-Lagosta é o melhor quadro que a UDN já produziu, depois de mim."

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, anunciou hoje que não pretende assumir a presidência da UDN.

Para o Presidente de Nascença, faria pouca diferença o cargo de síndico da pujante agremiação política, uma vez que, com cargo ou sem cargo, é o maior de seus líderes em todos os tempos.

Modesto, o Mais Competente dos Homens Públicos afirmou que seu interesse não são cargos ou honrarias, mas sim servir à Pátria.

Em um primeiro momento, a decisão do pres. Zezinho causou consternação na malta udenista. Mas a angústia logo dissipou-se, quando o Maior dos Filhos da Mooca anunciou o nome de seu preferido.

Trata-se do Cachorro-Lagosta que deverá presidir a adorável força política que agrupa a nata da política brasileira.

Cansaço: O atual síndico da UDN não vê a hora de passar o bastão.

Conhecido por sua lealdade, o líder udenocanino apresenta um temperamento calmo, porém firme, combinando a disposição para enfrentar inimigos coma docilidade com os membros do bando.

Nome aprovado

Em consultas informais  realizadas junto aos moradores do Retiro do Udenista o nome do Cachorro-Lagosta teve ampla aceitação.

A boa recepção ao nome do Cachorro-Lagosta no valhacouto localizado na Caverna do Ostracismo, fundos, deveu-se ao fato de que, ao contrário de muitos udenistas de escol, manteve-se fiel e obediente aos comandos do pres. Zezinho (senta!, deita!, rola!, fica!), mesmo nos  momentos mais difíceis.

Equilibrado, o simpático udenocanino costuma manter-se equilibrado em situações de tensão, jamais atacando sem receber a devida ordem (pega!).

Análises químicas mostraram que o Cachorro-Lagosta tem um olfato melhor que o dos concorrentes.

Também pesou a favor do Cachorro-Lagosta a acuracidade de seus sentidos.

Ao contrário de alguns udenistas de vida desregrada, o prestigioso cãozinho tem um excelente faro, pois suas cavidades nasais são bem desenvolvidas e não foram submetidas a desgastes desnecessários.

A decisão sábia do pres. Zezinho joga uma pá de cal nas descabidas pretensões de Tancredo Neves, que pretendia assumir a presidência da UDN e mudar sua sede para o novo Centro Administrativo que construiu no Cemitério de São João del Rey.

A obra sofreu duros ataques de muitos udenistas, porque o sr. Tancredo não utilizou-se dos serviços do grande engenheiro Paulo Caixa Preta 2, assessor para assuntos propinoviários do pres. Zezinho, preferindo uma solução caseira.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina para homenagear o Cachorro-Lagosta.

O Zezinho sempre gostou de treinar vira-lata. Uma vez, ele ensinou o vira-lata do Reinaldinho Cabeção a sentar e bater palmas. Era assim: sempre que o Zezinho chegava na casa do Reinaldinho Cabeção, o vira-lata do Reinaldinho Cabeção sentava e começava a bater palmas. Aí o Zezinho dizia: “muito bem, pode abanar o rabo, agora.” E o vira-lata do Reinaldinho Cabeção então levantava e ficava abanando o rabo para o Zezinho, todo contente.

Anúncios

Religiosos impõem novo vice para o Pres. Zezinho

07/10/2010

Os bispos infantis paulistas provaram que o demônio usa roupa de petista e lê livros proibidos.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, é um homem muito religioso. Felizmente, os homens santos reconhecem sua profunda fé e bondade. Não sem motivo, o Vaticano já providenciou sua beatificação in vita, que deverá ser concluída no dia 31 de outubro próximo.

Por conta da fé e devoção do Presidente de Nascença, os religiosos têm influenciado a campanha do Mais Cristão dos Servos de Deus. Suas opiniões têm sido sempre ouvidas pelo Maior dos Brasileiros.

Acolhendo os sábios conselhos de seus diretores espirituais, o pres. Zezinho vai mudar o vice de sua chapa nas eleições já ganhas deste ano.


PARANORMAL: O Pe. Quevedo tem um parecer polêmico sobre a moral cristã de Soninha Copélia e do pres. Zezinho.

De acordo com informações enviadas a este blogue pelo famoso clérigo paranormal Pe. Quevedo, circulam rumores de que o Mais Competente dos Brasileiros deverá substituir o tupinambá Cacique Merendinha por outro vice, mais adequado aos profundos valores cristãos professados pelo Presidente de Nascença e seus correligionários da UDN.

Ainda segundo o respeitadíssimo sacerdote, especialista em assombrações e coisas-ruins, o pres. Zezinho recebeu recomendações dos bispos Nelson, dom Benedito  e dom Airton  para fazer a troca.

O jornalista Merdoval Pedreira (direita) disse que é descabida a informação de que os bispos cometeram crime eleitoral só porque fizeram propaganda eleitoral pouco verdadeira no dia da eleição.

Para os epíscopos amigos da Verdade, o silvícola, na sua condição de pagão, não seria digno de assumir a presidência durante as viagens do Iluminado da Mooca para a Disneylândia, com objetivo de negociar com o sr. Mickey Mouse o Acordo CARACU EUA-Brasil.

Parte dos prelados estaria preocupada também com o risco de que o selvagem do Leblon entregue-se à antropofagia, devorando as inocentes criancinhas que terão sido salvas da sanha abortiva da usurpadora do planalto pela vitória do Mais Piedoso dos Homens.

O representante da Cia. de Jesus de Caça a Fantasmas informa que o Cachorro-Lagosta será o novo vice. Mas esta informação está equivocada.

De fato, o único udenista fiel chegou a ser cogitado pelo conselho ecumênico reunido pelo pres. Zezinho para escolher o novo vice. Chegaram a propor o slogan: O Cachorro-Lagosta também é fiel!

Mas o simpático líder udenocanino foi descartado porque se descobriu que a suposta foto de seu suposto batismo na verdade era uma foto do canino em dia de banho no petshop.


Jornal da Diocese de Guarulhos já alertava em 10/2/1980: nasceu no ABC um diabo para destruir os valores cristãos.

Além disso, suspeita-se que o Cachorro-Lagosta professe alguma religião satanista, e suas vestimentas vermelhas são apontadas pela lacraia de estimação do pres. Zezinho como evidência suficiente do seu satanismo canídeo.


Transfiguração maléfica: O Cachorro-Lagosta mostrou sua verdadeira face demoníaca.

Agora convertido em homem santo, o ex-maconheiro, ex-defensor do casamento gay, ex-defensor do aborto, ex-comunista e ex-engraxate do pres. Zezinho no Rio de Janeiro, o sr. Gabeira, é o mais cotado pelas crédulas Eminências para substituir o indígena incréu.

Segundo fontes de Higienópolis, o ex-ateu FHC apóia a ideia.

O ex-pensador, na verdade, está desesperado para arrumar uma ocupação para o ex-guerrilheiro, pois não aguenta mais as ladainhas do seu novo vizinho na Caverna do Ostracismo, fundos.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma festa junina para comemorar o novo vice e inaugurar a nova sede da campanha do pres. Zezinho (Rua Martim Francisco, SP).

Isso de ouvir padre o Zezinho nunca foi de fazer.  Quando ele era criança, na Mooca, às vezes a mãe mandava ele ir se confessar lá na Igreja São Rafael. Ele contava dois ou três pecados, só, mas como o padre já conhecia o Zezinho, passava logo uma penitência bem grande. Depois, comentava com o sacristão: “pra esse moleque eu nem preciso ouvir nada; ele faz tanta coisa errada que eu passo logo uma penitência bem grande, porque com certeza ele merece”. O problema é que o Zezinho dizia para o padre que estava arrependido e ia fazer a penitência, mas nunca fazia…


Revista Veja desmascara o Cachorro-Lagosta

19/09/2010

Graças à revista mais vendida do Brasil, o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, descobriu uma terrível verdade: o Cachorro-Lagosta é membro da conspiração de arapongas petistas que tenta desestabilizar sua candidatura.

De acordo com o blogue Quanto Tempo Dura?, o fato ocorreu durante a reunião semanal de pauta que o Presidente de Nascença costuma fazer no valhacouto da famiglia responsável pela revista. O Maior dos Brasileiros indignou-se ao ver a capa da edição do próximo dia 25, mostrando  o seu ex-fiel seguidor, o Cachorro-Lagosta, mancomunado com o usurpador do planalto e outras figuras reprováveis da política nacional.

Durante todo o tempo, era o Cachorro-Lagosta quem sussurava no ouvido do usurpador do planalto os planos para acabar com a democracia.

A lacraia de estimação do presidente Zezinho revelou a origem do dinheiro fotografado. Segundo o portátil jornalista peçonhento,   a montanha verde na foto da capa é o dinheiro que o antigo assessor do Presidente de Nascença teria desviado da vaquinha feita pelos amigos que gostaram muito do Robanel.

Mas prova definitiva foi dada pelo importante jornalista e coprólogo,  sr. Augusto do Rego Nunes, que revelou que o Cachorro-Lagosta é, na verdade, primo em terceiro grau de um cachorro que era vizinho de um outro cão que tomava banho no mesmo pet-shop do subversino canino Nego, que trabalha para a usurpadora-mirim do planalto.

QUADRILHA: UDN fez uma festa junina para comemorar o fim do mistério e convidou os leitores que acreditaram na reportagem.

Ao saber dos fatos, o Almirante do Tietê não quis acreditar. Em prantos, apenas dizia: “isto não é possível”. Foi consolado pelo seu assessor de imprensa, Reinaldinho Cabeção, que exibia um sorriso mal-disfarçado no canto da boca: “Esse vira-lata nunca me enganou, ele é como os outros, mas nós sempre estaremos aqui com o senhor.”

Comentário da tia Carmela

Essa revista não é aquela que entregava aqui em casa, antigamente? Faz muito tempo que ninguém lia, mas eles continuavam mandando de graça. O único que gostava era o Totó, que pegava a revista e saía pela casa rasgando e espalhando papel por todo lado. Mas, depois, ele também enjoou…


Casinha do Cachorro-Lagosta tem vazamento provocado por petistas

07/09/2010

A usurpadora-mirim do planalto treinou pessoalmente o traidor canino "Nego" em táticas de guerrilha cloacal.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, está cada vez mais indignado com a onda de vazamentos em volta daqueles que o cercam.

Primeiro, foi o terrível vazamento de esgotos da casa de sua filha, que pode chegar às Ilhas Cayman e estragar a aposentadoria de muitos udenistas.

O Presidente de Nascença ficou muito angustiado, porque o vazamento, se não for contido, pode fazer a casa cair.

O Cachorro-Lagosta não vai se deixar abalar pelo vazamento criminoso. Nem vai deixar a casinha cair.

Agora, a onda vermelha de vazamentos atinge um dos colaboradores que o Grande Engenheiro Pátrio  mais  estima: o popular líder canino da UDN, o Cachorro-Lagosta.

A casinha do líder udenocanino foi vítima de um vazamento cloacal criminoso que o obrigou a bater em retirada, juntamente com toda a sua assessoria canina.

O vazamento tornou a habitação animal impraticável e a há riscos de que a casinha caia.

Em busca dos culpados

Inicialmente, por um erro de seus auxiliares, o pres. Zezinho indicou um blogueiro sujo como principal suspeito. Agora, o  dedo rijo e cheio de autoridade da Referência Moral da Nação volta-se para outros facínoras.

A sra. Eliane Tacanhede disse que a usurpadora-mirim do planalto ainda não provou que esse esquema da casinha não foi usado por ela para fazer o vazamento.

Segundo o Jornal Mais Vendido do Brasil, o vazamento na casinha do Cachorro-Lagosta é fruto de um ato criminoso que só pode ser atribuído à usurpadora-mirim do planalto.  Segundo a coluna “Poder Canino” do jornal, o executor desse verdadeiro atentado à democracia e à higiene canina foi o labrador “Nego”, doado pelo terrível monstro bolchevique José Dirceu à usurpadora-mirim do planalto.

O Presidente de Nascença disse que o usurpador do planalto também é culpado pelo vazamento. Como membro da classe serviçal, não devia ter esperado suas ordens para consertar o defeito: “queria que eu sujasse minhas mãos?”, teria dito o Mais Preparado dos Chiricos.

    Estranhos mapas encontrados em uma loja de pão de queijo indicam encanamentos secretos que teriam trazido o esgoto que vazou.

Estranhos mapas encontrados em uma loja de pão de queijo indicam encanamentos secretos que teriam levado o esgoto que vazou.

Entretando, alguns informantes imputam o vazamento do esgoto da casa da genial mulher de negócios e da casinha do cãozinho a um encanador mineiro que andou fazendo uns serviços por lá e acabou brigando com o pres. Zezinho.  Vingativo, o bombeiro hidráulico das Alterosas teria deixado descoberta uma tubulação por onde passam os esgotos familiares, o que, mais dia, menos dia, levaria ao vazamento.

Outra versão aponta como suspeito o menino de recados do pres. Zezinho, sr. Bob Freire. O Presidente de Nascença confirmou que, quando tomar posse novamente na prefeitura paulistana, o Cachorro-Lagosta será o chefe do Centro de Controle de Zoonoses . Esta decisão fez o sr. Bob Freire  entrar em pânico.

QUADRILHA: Bob Freire e seus asseclas não gostaram de ver o Cachorro-Lagosta prestigiado pelo pres. Zezinho e por isso boicotaram a festa junina da UDN.

O ex-comedor de criancinhas teria se apavorado com a ameaça do Cachorro-Lagosta: acabar com os roedores na sede da UDN paulista. Disposto a impedir a desinfestação, teria mobilizado seu exército de roedores para atacar o moralizante líder pet.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho nunca gostou de sujar as mãos. Quando era criança, lá na Mooca, ele tinha um cachorrinho de estimação. Era um viralata chamado Barão, porque o pai dele tinha recolhido o cachorro na rua Barão de Limeira. O cachorro vivia fazendo porquice, fuçava no esgoto, espalhava sujeira por tudo quanto era lugar. Quando a mãe mandava o Zezinho limpar a casinha do cachorro e tirar a sujeira dele do quintal, o Zezinho chamava o Reinaldinho Cabeção para brincar com ele. Quando o Reinaldinho Cabeção chegava, ele fazia o moleque limpar a sujeira toda…


Cachorro-Lagosta integrará equipe do pres. Zezinho na prefeitura de SP

27/08/2010

O Cachorro-Lagosta já começou a estudar para assumir a função bem preparado.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, segue empolgando os paulistanos com a perspectiva de seu retorno à prefeitura da cidade nas eleições de 2012.

Fontes do Alto de Pinheiros informam que o Presidente de Nascença já está envolvido na montagem da equipe de valorosos colaboradores que o auxiliarão no governo da Locomotiva da Nação a partir de 2014 (o ano de 2013 foi cancelado, por ordem do pres. Zezinho).

A melhor parte da notícia é que o respeitadíssimo líder udenocanino, o Cachorro-Lagosta, aceitou convite para integrar a equipe do Maior de Todos os Homens Públicos.  O simpático cãozinho já demonstrara haver superado totalmente o episódio da escolha do vice do pres. Zezinho nas eleições deste ano, quando foi preterido. Há poucos dias, confirmou sua presença nas festividades da posse do Maior dos Filhos da Mooca no Palácio do Anhangabaú.

A sra. Soninha Copelia (direita) assumirá a pasta do Ciclonudismo, mas também fará alguns outros servicinhos para o pres. Zezinho .

O Cachorro-Lagosta foi convencido pelo Supremo Cérebro Paulista a colaborar com o seu exitoso governo da municipalidade paulistana: “os eleitores infantis paulistas gostam muito de você”, teria dito, emocionado, o Gênio da Mooca, ao ver alguns deles trocando figurinhas do Cachorro-Lagosta de seus álbuns.

Sabedor (claro!) da importância do Cachorro-Lagosta junto a seu eleitorado, o Presidente de Nascença pretendia entregar a pasta da Educação ao bem treinado crustocanino, mas a vaga já estava assegurada para a banda Paulo R. Gates de Souza e Suas Gráficas Maravilhosas. Para contornar a situação, decidiu designar o Cachorro-Lagosta para o Centro de Controle de Zoonoses da capital.

O Cachorro-Lagosta entusiasmou-se com a oferta e já anunciou que vai iniciar um programa agressivo de combate aos insetos e ratazanas na UDN.

Mas nem todos estão felizes com esse desfecho. O menino de recados do Pres. Zezinho, sr. Bob Freire, ficou apavorado. Segundo fontes do subsolo udenista, o esperto ex-comedor de criancinhas teme ser uma das vítimas do inseticida desse programa do Cachorro-Lagosta.

QUADRILHA: Os eleitores infantis paulistas (DIREITA) fizeram uma festa junina para comemorar a volta do Cachorro-Lagosta à vida pública.

Também os udenoroedores estao aterrorizados. Ainda que muitas ratazanas já tenham abandonado a sede da prestigiosa agremiação política, o Cachorro-Lagosta prometeu-lhes uma caçada implacável, junto com sua assessoria canina, chefiada pelo sr. Afonso.

Mostrando uma capacidade de aglutinação semelhante à do Mais Completo dos Líderes, o Cachorro-Lagosta envolveu na caçada aos roedores também um grupo de felinos, chefiados por um amiguinho do pitta de estimação do pres. Zezinho.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre quis ter um cão de caça. Quando era criança, lá na Mooca, tinha um viralata chamado Cacique. Uma vez ele tentou treinar o cachorro para caçar os gatos da vizinhança. Só que o cachorro ficou muito bravo, e queria morder todo mundo que aparecia na frente. O pai do Zezinho mandou o viralata passar uma temporada fora, no sítio de um amigo, mas não adiantou. O viralata voltou tão bravo como antes, e nem o Zezinho conseguia controlá-lo. Aí decidiram levar o cachorro para longe, já que ninguém queria o bicho. Soltaram o Cacique em algum lugar fora da cidade, e ele ficou lá, latindo sozinho, e nunca mais ninguém soube dele.


Cachorro-Lagosta confirma presença na festa do retorno do pres. Zezinho à prefeitura

09/08/2010

Os eleitores da UDN paulistana já alugaram o Buffet Millenium para a festa.

DA REDAÇÃO, COM CONTRIBUIÇÃO DO ENVIADO ESPECIAL A SP, GENNARO MACARRONE: A anunciada volta à Alcadia paulistana do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro prefeito Zezinho, criou um clima de festa e excitação em toda a capital do povo paulista.

Por toda parte, as pessoas bonitas da metrópole paulistana organizam festejos e gritam vivas ao retorno do Presidente de Nascença ao governo da Regens Urbs  da nação, após vencer a eleição de 2012.
Os paulistanos, nunca suficientemente gratos por tudo de bom que o Presidente de Nascença fez por sua cidade no governo estadual e na sua meteórica passagem pelo edifício Matarazzo, já preparam a festa da posse, que poderá fugir da tradição, vindo a ocorrer não na sede da Prefeitura, mas na mansão de João Dória Jr.
Ansiosos por demonstrar sua gratidão e felicidade, muitos querem dar presentes ao Defensor Perpétuo de São Paulo. Os moradores dos Jardins Europa e América preparam estátua equestre do prefeito Zezinho a ser inaugurada por ele mesmo.

Disputa acirrada: Os maiores jornalistas brasileiros afirmam que será uma honra ser a parte de baixo da estátua equestre do Almirante do Tietê.

Um dos pontos altos das festividades será a manifestação preparada pela Associação das Senhoras da Rebouças. O importante grupo de pressão e sagaz fiscal das peruadas de Dona Marta vai celebrar o Retorno do Melhor dos Prefeitos Paulistanos com um vassouraço coletivo na avenida.

O vassouraço da Rebouças inspira-se na Lavagem nas Escadarias de Nosso Senhor do Bonfim. A alusão à festividade da terra do acarajé não é gratuita. Foi sugerida pelo mini-deputado Efebo (UDN-BA):  “Nosso Senhor combina com o Presidente de Nascença”, teria dito o folclórico microdeputado da UDN.
Cachorro-Lagosta apóia
Até mesmo o Cachorro-Lagosta resignou-se e declarou que também comparecerá à cerimônia da re-posse do futuro prefeito Zezinho. A excitação dos eleitores infantis paulistas parece tê-lo feito esquecer sua substituição por outro quadrúpede na vaga de candidato a vice.

O Cachorro-Lagosta deixou o orgulho de lado e decidiu apoiar quem nasceu para vencer.

Suas declarações demonstram que se convenceu de que a mudança foi pelo bem da Nação. “Eu não sei nada desses negócios de FARCs. Se o Cacique Merendinha foi escolhido como pet-vice  pelo pres. Zezinho, é por causa de sua imensa capacidade de falar coisas certas e bonitas”, disse o Cachorro-Lagosta.

Em entrevista concedida ao jornalista Carlos A. Merdenberg, o importante líder udenocanino afirmou que superou a mágoa:”Quando me disseram que o Mais Competente dos Gestores reassumiria a Prefeitura, pensei em estragar a festa, fazer xixi no buffet, ou algo assim. Mas percebi que isso só me traria mais problemas, e eu acabaria indo parar na carrocinha. Então engoli o orgulho e decidi aderir.”
Mesmo entre aqueles que não fazem parte da gente bonita que vai ao Shopping Iguatemi a empolgação é visível.
Os trabalhadores mais humildes, centro das preocupações do Mais Trabalhador dos Paulistas, também planejam homenagens: os feirantes, por exemplo, tratados a pão-de-ló pelo prefeito-esquenta-banco, levarão o que têm. Na sua simplicidade comovente,  preparam oferendas de tomates, ovos, bananas vendidas a quilo  e outros gêneros alimentícios.

Convicção: Os tomates estão dispostos a tudo.

Caso não possam, no dia da posse, chegar próximo do Suprassumo da Competência – pois a imensa e exultante multidão que comparecerá neste dia deverá prejudicar a circulação – os nobres comerciantes arremessarão as oferendas de onde estiverem, para não perderem a viagem. Deverão, a todo custo, atestar publicamente o apreço pelo Duce da Mooca , e sua gratidão ao Todo-Poderoso (no caso, o prefeito Zezinho), coisa que todos nós deveríamos fazer.

Comentário da tia Carmela
O Zezinho sempre gostou de  homenagem. Quando era criança, uma vez ele inventou que queria uma estátua dele para homenageá-lo. Mandou o Reinaldinho Cabeção arrumar uma, mas ele não conseguiu ninguém que fizesse uma estátua do Zezinho. Então o o Zezinho falou pro Reinaldinho Cabeção: então você vai ser o cavalo da estátua equestre em minha homenagem. Fez o moleque ficar de quadro e sentou de cavalinho em cima dele, a tarde inteira, segurando uma espada de madeira. Quando o Reinaldinho Cabeção se mexia, levava uma pancada com a espada…

O triste fim do Cachorro-Lagosta

10/07/2010

O Cachorro-Lagosta não consegue mais levantar a cabeça.

A transformação do Brasil em um paraíso terrestre, a ser operada pelo Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, exige sacrifícios. A dor  de alguns é o virtuoso pedágio a ser pago  para que o Bem Comum seja alcançado.

Mesmo uma campanha fadada à vitória como a do Presidente de Nascença deixa algumas baixas. Alguns, mais fortes, superam as agruras e saem fortalecidos. É o caso de Bianca Dias, a boneca inflável que foi, por alguns dias, candidata a vice do Mais Competente dos Seres.

Outros não conseguem superar as adversidades, e tornam-se pálidas sombras do que foram, escravizadas pelo sofrimento.

Este é o deprimente caso do outrora garboso Cachorro-Lagosta, até recentemente uma importante liderança canina da UDN, hoje um pobre cãozinho neurótico, sem ar, sem luz, sem razão.

Quadrilha: Uma comitiva da UDN foi chamar o Cachorro-Lagosta para participar da festa junina, mas ele não quis sair da casinha.

A triste sina do simpático udenopet iniciou-se quando a boneca inflável Bianca Dias foi escolhida como vice do Mais Sabido dos Economistas.  Revoltado por ter sido preterido, o Cachorro-Lagosta perdeu a cabeça e atacou a boneca inflável, causando danos terríveis à sua candidatura.

Seu ataque não lhe trouxe benefícios: apesar de esvaziar a candidatura da boneca inflável, também causou danos à imagem do próprio Cachorro-Lagosta. Pior para ele,  levou à escolha do Cacique Merendinha (Mauricinho Tupinambá) como vice do pres. Zezinho. Novamente, o latefundiário canino reagiu furiosamente e foi preciso chamar a carrocinha.

Vendo seu sonho totalmente inviabilizado, o Cachorro-Lagosta entrou em profunda depressão. Passa os dias macambúzio na área de serviço de seu apartamento.

No pequeno espaço onde se auto-confinou, pode ser visto caminhando sem direção, olhar perdido, como se a vida se lhe tivesse sido arrancada. O vídeo abaixo mostra o estado de desolação a que se reduziu o antes idolatrado cåo:

Reduzido a um farrapo canino, o Cachorro-Lagosta não tem mais ânimo sequer para brincar com sua bolinha de tênis. Mesmo seu apetite antes insaciável desapareceu. Até os biscroques que adorava agora jazem num canto da área de serviço, intocados. Recusa-se a receber visitas e não quer mais passear.

O Prof. Cesar Millan tentou consultar a tese do pres. Zezinho na Universidade de Cornell, mas não a encontrou.

Amigos próximos do Cachorro-Lagosta, preocupados com seu deprimente estado, chamaram o prof. Cesar Millan, Ph.D., que foi  orientador do cãozinho em seu doutorado na Cornell University. O prof. Cesar, infelizmente, pouco conseguiu.

Muitos já perderam a esperança. Os mais crédulos ainda acreditam na volta de Tancredo Neves que, assim como Lassie e o cachorro vigilante rodoviário Lobo, não morreu, apenas foi passar férias em Nova Iorque com Madonna.

O fundamento dessa crença é o fato de que o importante líder alteroso-ipanemenho sempre teve ascendência sobre o Cachorro-Lagosta, e poderia ceder-lhe a vaga de mascote da Copa de 2014, em um desesperado e generoso sacrifício para salvar a vida de um amigo.

Comentário da tia Carmela

Eu não tenho pena desse cachorro. Quem mandou confiar no Zezinho?