Pres. Zezinho recebe Faraó na Caverna do Ostracismo

11/02/2011

O pres. Zezinho elaborou o projeto dos aposentos do Faraó na Caverna do Ostracismo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho recebeu hoje o novo hóspede da Caverna do Ostracismo, o Faraó do Egito.  O ex-esteio da democracia no Oriente Médio passará uma temporada no espeleógico recanto até reorganizar sua vida.

Na chegada, sua Majestade (no caso, o Faraó) foi recebida pelo Deus-Sol da política (no caso, o Presidente de Nascença), em uma bela festa que reuniu os moradores do Retiro do Udenista.

O cozinheiro Caetano foi muito criativo na preparação da mesa do banquete.

Como não podia deixar de ser, um maravilhoso banquete foi servido, preparado por Caetano, cozinheiro que o ex-honoris causa FHC tirou da Sarjeta do Esquecimento. O gênio soteropolitano fez muito sucesso, e o Faraó acabou comprando os direitos autorais das receitas dos pratos servidos.

Apesar da pompa do evento e da mesa faraônica,  era impossível deixar de notar a amargura de muitos dos convivas. Por entre as ataduras, viam-se lágrimas nos olhos do sr. Maciel,  antigo democrata da UDN.  Todos  lamentavam o tratamento indecoroso dado pelas multidões nas ruas do Cairo ao Filho de Amon-Rá (no caso, o faraó).

Ao longo de sua carreira, o sr. Maciel cultivou boas relações com todas as 30 dinastias do Egito.

Após o jantar, o clima era de congraçamento. Brindes eram erguidos e vários discursos foram feitos. Em seu discurso, o Maior dos Filhos da Mooca saudou o Faraó dizendo que na Caverna do Ostracismo ele encontraria a solidariedade dos verdadeiros democratas e amantes da liberdade de expressão.

O ex-sábio FHC resolveu discursar em francês sobre as virtudes de seu governo e do sucesso de sua política para o Oriente Médio, lembrando que, enquanto governou, o Egito era o paraíso terrestre, mas bastou o PT assumir o governo para a baderna se instaurar.

A sra. Soninha Copélia tentou ir vestida a caráter, mas na hora não aguentou.

Sempre cheio  de esperança, o sr. Geraldinho do Vale declarou ter fé de que, em breve, o Pres. Zezinho assumirá a presidência do Brasil e o Faraó voltará a governar com sabedoria o Vale do Nilo.

Disputa

O grande ausente na recepção foi o sr. Tancredo Neves, que foi visto, no mesmo momento, jogando uma partida de futevôlei com o Deputado Federal Romário (PSB-RJ) nas areias de Copacabana.  O faraó minésio alegou que estava discutindo com o deputado de seu estado os problemas da gente de Minas, mas vários  udenistas atribuíram a ausência a uma disputa com o pres. Zezinho. O Almirante do Tietê teria atropelado a iniciativa do sr. Tancredo e roubado o ilustre hóspede, pois o sr. Tancredo teria oferecido ao Faraó do Egito estabelecer-se na sua Pirâmide Administrativa neste momento de transição.

No entanto, a paz continuar reinando na UDN pois, segundo o jornalista Merdoval Pedreira, esta versão seria totalmente descabida.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Na recepção, a quadrilha da UDN apresentou-se mais uma vez com muito sucesso.

Essa Caverna do Ostracismo tá ficando muito cheia.  Quando era criança, ele costumava brincar de pirâmide. Pegava umas caixas de madeira e papelão e aontoava, e dizia que era uma pirâmide com um labirinto. Uma vez, ele juntou muita caixa, e fez uma pirâmide enorme em um terreno baldio perto da casa dele. Chamou os moleques para brincar de pirâmide e, quando estavam todos lá dentro, mandou o Reinaldinho Cabeção dizer pra eles que o Zezinho, que era o faraó daquela pirâmide, estava cobrando o pedágio e cada um tinha que dar dois cruzeiros para poder brincar ali. Os moleques ficaram muito bravos e deram umas bordoadas no Reinaldinho Cabeção. O Zezinho, como sempre, se mandou. No dia seguinte, o Reinaldinho Cabeção encontrou o Zezinho na escola e falou: “Puxa, Zezinho, esses moleques são muito ignorantes. Como alguém pode ser contra pagar pedágio?”

Anúncios

Natal feliz: povo faz vaquinha e compra pijama para o pres. Zezinho

24/12/2010

CONNOISSEUR: Para um famoso bispo de Guarulhos, pijama listrado é mais adequado à liturgia do cargo.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, recebe, nesta noite, um belo presente de Natal.

Cerca de 55 milhões de brasileiros fizeram uma grande mobilização para dar um presente de Natal para o Presidente de Nascença, em agradecimento pela sua ida à Ponte que Caiu.

Espontaneamente, populares organizaram-se para adquirir um pijama listrado para o Maior dos Brasileiros, para que ele possa passar com elegância  suas tardes na Caverna do Ostracismo, fundos.

Diogo de M. também ganhou um pijama igual ao do pres. Zezinho.

Nesses momentos de ócio e conspiração, ao lado do ex-sabetudo FHC, o Maior dos Filhos da Mooca precisa estar vestido adequadamente, o que motivou a organização da enorme vaquinha.

PYJAMA TRENDS

A aquisição do pijama também serviu como marco para a nova carreira do Cacique Merendinha.

Desempregado e desconsolado com o fim de sua carreira parlamentar, o silvícola buscava o que fazer, quando lhe sugeriram seguir a carreira de  consultor de moda.

O pres. Zezinho ganhou sua primeira biografia aos dez anos.

Empolgado com a nova carreira, o bom selvagem usou todo o seu conhecimento de fashion trends para ajudar a escolher todo um guarda-roupa de pijamas para o Almirante do Tietê.

Entretanto, o responsável pela vaquinha, o assessor para assuntos propinoviários do pres. Zezinho, sr. Paulo Caixa Preta 2, declarou que o dinheiro só foi suficiente para comprar um pijama, o que causou estranheza. Pelo menos, o pijama é de seda.

Acreditava-se que os recursos coletados dariam para comprar vários pijamas, ou,  pelo menos, uns dois.

VAQUINHA

A srta. Soninha Copélia não contribuiu para a vaquinha. A versão oficial é de que a distinta líder cybertucana foi passar uma temporada no Pantanal, e lá não há caixa eletrônico.

A vaquinha da UDN fez muito sucesso em ambiente aquático, descolado e enfumaçado.

A versão parecia não fazer sentido, pois a UDN tem forte presença nas regiões pantanosas.

Fontes da Caverna do Ostracismo desmentiram essa versão inverossímil e informaram que a eminente atleta ciclonudista teria ficado enciumada, pois achava que era direito dela escolher o pijama do pres. Zezinho.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina para comemorar o pijama novo do pres. Zezinho.

O Zezinho sempre gostou de pijama. Quando era criança, lá na Mooca, uma vez ele convenceu  os moleques a irem todos de pijama para a escola, no dia seguinte.  Só que o Zezinho levou o uniforme na bolsa. Naquela época, o sinal tocava e as crianças tinham que fazer fila no pátio, para cantar o Hino Nacional. Um pouco antes do sinal, ele tirou o pijama e vestiu o uniforme. Quando a diretora viu os moleques de pijama na fila, cantando o Hino Nacional, ela ficou furiosa, mandou parar de cantar o hino e levou os moleques de pijama para a diretoria. Levaram todos uma suspensão, menos o Zezinho. No dia seguinte, o Reinaldinho Cabeção foi todo choroso perguntar pro Zezinho: “por que você nos traiu?”. O Zezinho deu um croque na cabeça do Reinaldinho Cabeção e disse: “quem manda ser trouxa?!”. Aí, o Reinaldinho Cabeção falou: “puxa, Zezinho, como você é esperto!”.


Acabou a palhaçada: Pres. Zezinho vai substituir Tiririca

12/11/2010

Desde a infância, o promotor Mauricinho tem medo de palhaço; por isso, entende tão bem os sentimentos dos eleitores infantis paulistas.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, aceitou uma nova missão para engrandecimento da Pátria Paulista.

Convocado pelo promotor Mauricinho, do Juizado Especial Circense, o Presidente de Nascença vai substituir o deputado federal Tiririca.

O promotor Mauricinho não achou a menor graça na última piada do deputado eleito.

Diligente e preocupado com essa grande ameaça à democracia,  entrou com uma ação contra Tiririca por crime contra o orgulho paulista, com base no artigo 32 do estatuto social da empresa Folha da Manhã S/A.

Incorformado, o promotor Mauricinho exigiu que os eleitores do deputado federal Tiririca fizessem uma prova de economia preparada pelo Maior de Todos os Economistas.

SENSO DE HUMOR: Os irmãos Marcelo e Diogo de M. disputam as eleições para o Conselho de Administração das empresas das famiglias Marinho e Civita.

Como nenhum dos eleitores conseguiu resolver o complexo questionário, o promotor Mauricinho resolveu cassar-lhes o título de eleitor.

Por conta do resultado, o promotor Mauricinho decidiu também tomar o diploma do Instituto Universal Brasileiro do deputado Tiririca.

O diploma foi entregue ao pres. Zezinho, que merecia e precisava mais. Segundo o promotor Mauricinho, o estilo do Presidente de Nascença combina mais com o elevado nível intelectual e cultural dos eleitores infantis paulistas.

O banqueiro de estimação do pres. Zezinho vai mudar a grade da TV Cultura para atender à ordem do promotor Mauricinho.

Fontes da atual residência do pres. Zezinho (Caverna do Ostracismo, fundos) disseram que o Maior dos Filhos da Mooca está bastante motivado para a nova função, onde poderá continuar sua alegre pregação de paz e concórdia entre os brasileiros.

Também informaram que a srta. Mayara Obtuso será a principal assistente do Maior dos Brasileiros, tanto que já começou um regime e comprou uma nova coleção de shortinhos para o serviço.

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina para comemorar a decisão do promotor Mauricinho.

Já a assessora para assuntos inconfessáveis do Mais Competente dos Brasileiros, a ciclonudista Soninha Copélia, mostrou desagrado com a escalação da Musa dos Paulistas para a função: “colocando uma meia de lycra cor-da-pele, eu também posso ficar de shortinho”, teria dito.

Comentário da tia Carmela

Uma vez, quando era criança na Mooca, o Zezinho quis fugir com o circo. Montaram um circo num terreno perto do cemitério da Quarta Parada. O Zezinho foi lá, num sábado de tarde, com o Reinaldinho Cabeção, e adorou aquilo tudo. No dia seguinte, de manhã, ele saiu escondido de casa bem cedinho, com uma trouxa de roupa. Chegou no circo e disse que queria ficar lá com eles. O dono do circo disse que ele podia ficar, mas que a única vaga era para limpar as jaulas dos bichos. O Zezinho disse: “eu não vou limpar cocô de elefante! Eu mereço ser  o astro do circo!” E voltou pra casa, chorando…


Felicidade no Dia de Finados: Pres. Zezinho chega à Caverna do Ostracismo

02/11/2010

Os agradecidos professores foram homenagear o pres. Zezinho.

O cortejo levando o Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, chegou há pouco à sua nova residência, o popular Retiro do Udenista, tradicional casa de repouso dos valorosos líderes da UDN.

Dirigido pelo ex-sábio FHC, o novo valhacouto do Presidente de Nascença localiza-se na Caverna do Ostracismo, fundos.

Ao longo do trajeto, o Maior dos Brasileiros  foi aclamado pelas ruas de S. Paulo. Foi o Dia de Finados mais feliz da história do Brasil.

O ex-sábio FHC recebeu um entusiasmado pres. Zezinho na Caverna do Ostracismo.

O cortejo deixou sua casa no Alto de Pinheiros e inicialmente dirigiu-se ao bairro da Lapa, onde o Mais Fiel dos Brasileiros discretamente recolheu sua assessora para assuntos inconfessáveis, a ciclonudista Soninha Copélia.

Dali, foram para o upper west side paulistano, o bairro de Higienópolis, onde se localiza a Caverna do Ostracismo.

Cortejo triunfal

Ao longo de todo o trajeto, o pres. Zezinho desfilou em carro aberto, sendo entusiasticamente ovacionado pela multidão que parou S. Paulo.  A marcha alegre se espalhou na avenida e insistiu: milhares de pessoas foram se somando ao cortejo, que mal conseguia abrir caminho entre a multidão.

GRATIDAO: Ao longo do trajeto do cortejo, paulistas lembravam as grandes obras do pres. Zezinho.

A cidade toda se enfeitou para ver o Pres. Zezinho passar, cantando coisas de amor.  Crianças balançavam bandeirinhas com a foto do Maior dos Brasileiros. Senhoras de idade, muito bem vestidas, acenavam com lenços brancos para o Presidente de Nascença. Adolescentes gritavam seu nome. Houve até desmaios de emoção.

Ao ser informada de que o pres. Zezinho agora terá tempo para suas fãs, a beata Maitê Proença largou as gravações de Passione e correu para a Igreja de San Gennaro (Rua da Mooca, 950). Lá,  rezou dois terços em agradecimento. O terço restante foi levado pelo sr. Paulo Afrodescendente para destino ignorado no Caribe.

Ao chegar, o Maior dos Filhos da Mooca foi recebido com festa por vários de seus seguidores que já moram na Caverna do Ostracismo desde 3 de outubro. O poeta romano Virgilius chegou a recitar uma ode composta especialmente para a ocasião, mas interrompeu após não conseguir conter as lágrimas de emoção.

Ninguém entende porque o pres. Zezinho gosta tanto desta ave parasita imprestável.

O pres. Zezinho levou para a Caverna do Ostracismo seus animais de estimação. Amante das aves, além da sra. Soninha Copélia, o Maioral dos Maiorais  levou sua araponga de estimação, Itagiba (PSDB-RJ). O pássaro xereta (Canalhus itagibus) alegrará os dias do pres. Zezinho na Caverna do Ostracismo, apresentando dossiês sobre seus companheiros de morada.

Outro que  ficará no viveiro anexo aos aposentos do Pres. Zezinho é Gabeira, um tucano verde que ele comprou em Ipanema. Mas, ao contrário de Itagiba, é uma ave parasita que não tem nenhuma serventia e só continuará dando despesa ao Maior dos Filhos da Mooca.

As verdadeiras razões

O pres. Zezinho arrumou uns remédios genéricos para o ex-gênio FHC

A ida do pres. Zezinho para o Retiro dos Udenistas, na Caverna do Ostracismo, fundos, ainda não teve suas motivações plenamente esclarecidas.  Alguns analistas disseram que o Almirante do Tietê teria tomado a decisão para atender o apelo de 55.752.529 de brasileiros, mostrando seu profundo compromisso com o povo. Outros disseram que preferiu ficar perto dos muitos amigos que fez durante a campanha eleitoral.

Uma terceira corrente sustenta que o pres. Zezinho optou por morar na Caverna do Ostracismo por altruísmo. O objetivo seria evitar que o ex-pensador FHC, que tem sofrido constantes ataques de inveja do usurpador do planalto, faça alguma bobagem maior do que as que já fez.

Fontes das Ilhas Cayman, no entanto, asseguram que o Maior dos Homens Públicos foi para a Caverna do Ostracismo por medo de que sua casa caísse. Situada  no Alto de Pinheiros, a bela morada foi presente da irmã do genial Daniel Mendes à filhota do pres. Zezinho, e está ameaçada por vazamentos que devem aumentar nos próximos meses.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN preparou uma festa junina black-tie para a ocasião.

A tia Carmela ainda não se recuperou de todo da ressaca de domingo, coitada. Ela se recusa a tomar chá de boldo do Chile e ainda está com dor de cabeça de tanta cidra que tomou para comemorar a ida do pres. Zezinho para a ponte que caiu. Quando eu contei para ela da chegada do pres. Zezinho à Caverna do Ostracismo, ela disse apenas: “Credo! Isso é bem notícia de dia de Finados. Que Deus o tenha”…