Gov. Zezinho escolhe Dilma para sua vice

21/02/2010

Para vários analistas a escolha não foi surpresa. Os dois vinham sendo vistos juntos com frequência.

Preocupado com os rumos das próximas eleições presidenciais, o Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, resolveu antecipar suas decisões. Já escolheu o nome de quem terá a honra incomparável de ser vice-presidente em seu futuro e inexorável governo.

Trata-se da secretária de saneamento e energia do estado, sra. Dilma Pena, que já aceitou a indicação. A candidata a vice do Presidente de Nascença vem credenciada pelo excelente desempenho do governo no combate a enchentes e na transformação da SABESP na maior empresa de publicidade do Brasil.

Pesou em sua escolha o fato de ser titular de uma pasta que trata de dois assuntos onde os demotucanos têm obtido resultados maravilhosos como o Racionamento de Luz do governo FHC e o Programa de Esportes Pluviais do governador Zezinho.

Rio Tietê: A Dilma do Zezinho tem resultados a mostrar.

A escolha foi definida neste domingo, em almoço na residência oficial do ex-pensador FHC, na Caverna do Ostracismo, fundos.  Além do ex-gênio da raça, participaram da reunião os presidentes do PSDB, S. Guerra, e de suas duas filiais, Bob Freire (PPS-SP) e César Maia (PFL-RJ).

Além dos dirigentes partidários, também  participaram do almoço, preparado pelo cozinheiro Caetano, os mais importantes assessores do Mais Genial dos Homens. A única a não comparecer foi a assessora de imprensa Hipólita da Costa, que ficou presa em um engarrafamento, devido a mais uma chuva maldosa que gerou nova enchente em SP. De cara cheia, a cidade não permitiu que a pioneira da imprensa nacional chegasse ao destino.  Miriam Cochonne comentou ironicamente a incapacidade da  sua rival em livrar-se dos engarrafamentos: “essa Hipólita não tem jeito, vive engarrafada…”

Resistências e apoios

Gratidão: Seu Roberto, presidente da Associação de Moradores do Jd. Romano, declarou apoio à Dilma do Zezinho.

A decisão do Majestoso Encéfalo, apesar de surpreendente, obteve  apoio unânime das lideranças partidárias, dos assessores e da  imprensa, além de várias lideranças comunitárias. Entretanto, o Mais Brilhante dos Gestores deverá enfrentar algumas resistências ao nome de sua Dilma.

Antigos pretendentes, como Demoarruda Bauduco (PSDEM-DF)e a cleptogovernadora Yeda Crusius (PSDB-RS), que chegaram a ser anunciados para o cargo, demonstraram grande contrariedade.   A cleptotucana telefonou ao governador Zezinho dizendo que já havia encomendado o projeto de reforma de sua residência oficial em Brasilia, o Palácio do Jaburu, e não tinha cara de ligar para os fornecedores para cancelar os pedidos de móveis, pufes e cortinas.

Já o cleptocandango enviou mensagem de protesto ao governador Zezinho, diretamente da cela onde está injustamente preso, sem direito a panetone ou a usar cuecas. Como está incomunicável, o ex-líder de FHC no Congresso usou uma  barata-correio treinada para levar a mensagem.  No recado, Demoarruda ameaça abrir o bico e revelar a receita do panetone distribuído no Programa Panetone S. Paulo, caso seu nome não volte a ser considerado para a vice-presidência. Segundo o jornalista Merdoval Pedreira, entretanto, esta notícia é absolutamente descabida.

Era visível também a decepção do general romano Agripino (ARENA-RN).  Apesar disto, parecia resignado, e, ainda que lamentasse a  escolha, ressaltou que a escolhida honra o passado da família ilustre de onde vem: “é uma grande Pena”, afirmou o Serra do Nordeste.

Comentário da tia Carmela

Acho que essa senhora não vai se dar bem… Com esse nome, é bem capaz que o Zezinho queira descarregar nela quando as coisas forem mal…


Devido à falta de Panetone, Zezinho distribui cheques

13/02/2010

A injusta prisão do seu candidato a vice-presidente preferido e ex-governador demotucano do DF, Demoarruda Bauduco (PSDEM-DF), além de trazer muita tristeza ao Mais Preparado dos Brasileiros, o governador Zezinho, trouxe-lhe também um enorme problema para continuar sua tarefa de fazer o bem ao povo paulista.

O gov. Zezinho espinafrou seu subordinado: como vocês deixaram acabar o estoque de panetone?

É que o encarceramento do ex-lider de FHC no Congresso e eterno tucano desorganizou totalmente o fornecimento de panetone para o Presidente de Nascença e seus aliados.   O produto desapareceu totalmente do mercado. Ao se entrar em qualquer diretório ou comitê dos partidos dacampanha  da salvação nacional  (PSDB-DEM-PPS) o quadro é o desolador: ao se perguntar “hoje tem panetone?” a resposta é sempre: “está em falta e não sabemos quando vai ter novamente”.

A carência desse item fundamental à prática política demotucana atinge também o governo da Locomotiva da Nação tão bem conduzida pelo gov. Zezinho.  O Programa Panetone São Paulo teve que ser interrompido. Por isso, o Presidente de Nascença resolveu, com seu Majestoso Encéfalo, inovar.  Substituiu a distribuição de panetone por distribuição de dinheiro, mesmo, na forma de cheques.

Apesar de inicialmente contrariado, logo o Mais Correto dos Brasileiros compreendeu os benefícios de sua nova estratégia política, ao ouvir a comentário de uma das beneficiadas: “Se depender de mim, ele será presidente”, afirmou a dona de casa Alessandra Fernandes, 33, após receber seu cheque (veja matéria original em um dos press-releases do comitê de campanha do Melhor dos Brasileiros).

A declaração ocorreu em uma solenidade de entrega desinteressada de cheques promovida pelo Mais Bondoso dos Homens, no interior de SP.

Seu Onestes (dir.), antigo correligionário do gov. Zezinho no interior de SP, perguntou: "E eu? Quando vou receber meu cheque?"

Antes de iniciar-se a distribuição dos cheques, o assessor para assuntos inglórios do Mais Generoso dos Brasileiros, Bob Freire (PPS-SP)  gritou para os presentes: “Aí, pessoal, esse cheque não precisa guardar na cueca!”, o que arrancou risadas constrangidas da platéia.

Sempre zeloso, O Jornal Mais Vendido do Brasil correu a esclarecer que não se tratava de compra de votos, para evitar mais um trololó petista.

Na abertura da solenidade, a Glória de São Paulo emocionou-se com a homenagem prestada ao seu desaparecido amigo de fé, irmão, camarada, Demoarruda Bauducco. Um coro de crianças cantou a música “Alma Gêmea”, de Fábio Junior (“Carne e Unha / Alma Gêmea, bate coração / As metades da laranja / Dois carecas, dois irmãos /Duas forças que se atraem…”), grande sucesso da dupla caipira formada pelos dois, Careca e Carequinha.

O governador Zezinho emocionou-se e fez um discurso de improviso sobre seu parceirinho lembrou as palavras de FHC sobre seu ex-vice enjaulado: “Pela boa administração que exerce no DF, José Roberto Arruda é hoje uma das principais lideranças do cenário político nacional”. Com os olhos mareados, olhou para o céu e exclamou: “Como o STF faz uma barbaridade destas?!”

A solenidade foi interrompida por um grupo de manifestantes, que, fingindo ser bem humorados, tentavam ofuscar a beleza daquele momento sublime de encontro de um homem público com seu povo e fã-clube. Aproveitando-se do clima carnavalesco, um grupo fantasiado de petistas subperonistas invadiu o recinto cantando uma inoportuna marchinha carnavalesca. Educadamente, o Mais Gentil dos Brasileiros chamou-os de energúmenos e ordenou sua retirada.

O vídeo abaixo mostra o baixo nível da manifestação dos energúmenos:

Já no final da cerimônia, o governador Zezinho foi informado que o STF, em um covarde gesto de arbitrariedade, havia mantido a prisão do chapa e ex-colega de chapa do governador Zezinho no DF. Imediatamente o governador colocou sua peruca loira feita com fios de origem ainda não esclarecida. Apesar da fama de conservadores, os interioranos aprovaram o novo visual do governador Zezinho.

A cerimônia, então, foi abreviada e o governador, visivelmente nervoso, saiu apressadamente, sem divulgar seu destino nem beijar as criancinhas remelentas. Depois disso, não foi possível localizar o paradeiro do Presidente Ainda Não Empossado. Seu assessor Reinaldinho Cabeção apenas informou que o presidente passaria o fim-de-semana recolhido, mas não recluso.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de panetone. Mas também nunca se importou de trocar o panetone por uns trocados. Uma vez, quando ele era criança, lá na Mooca, ele ganhou um panetone da madrinha dele. Era um panetone da doceria DiCunto, em uma embalagem bonita.  O Zezinho falou, fingindo inocência infantil: “oba! esse eu vou comer sozinho!” E correu para o quarto para esconder o panetone. O que ninguém sabia era que ele foi esconder não para comer. No dia seguinte, vendeu o panetone para o Robertinho, filho da dona Annunciata, pegou o dinheiro e pagou um bando de moleques para escrever com giz nas paredes: “Zezinho é o maior!”…


Além do RS, Dilma já passou Serra em mais 2 estados

28/08/2009

Vítima da incompreensão da gentalha ignorante que não compreende sua grandeza intelectual e moral, O Mais Preparado de Todos os Brasileiros, José Serra, além de não conseguir aumentar sua votação e a de seu partido nas últimas eleições, agora vai sendo ultrapassado por Dilma Roussef. Agora foi a vez da Bahia e Pernambuco.  Também já perde para Ciro Gomes no Rio de Janeiro.

Mais um motivo para o leitor responder nossa pesquisa: o que Serra deve fazer depois de perder a eleição de 2010?

Veja a nota abaixo, extraída do blog do Noblat: Aécio usa pesquisa para abrir caminho

De Ilimar Franco:

Por iniciativa do governador Aécio Neves (MG), circula entre os dirigentes tucanos pesquisa Vox Populi. Os números são inquietantes. O governador José Serra (SP) lidera a disputa para presidente, mas já está atrás da ministra Dilma Rousseff na Bahia (32% x 22%) e em Pernambuco (32% x 24%). Está atrás do de$Ciro Gomes (PSB-CE) no Rio de Janeiro (19% x 16%). Tem vantagem sobre Dilma em Minas Gerais (33% x 18%) e em São Paulo (40% x 17%). Já Aécio lidera em Minas contra Dilma (68% x 10%) e tem leve desvantagem em São Paulo (18% x 14%). Foram ouvidas duas mil pessoas de 31 de julho a 4 de agosto.

Comentário da Tia Carmela: Quem fez essa pesquisa vai acabar mandado embora da firma.  Quando era criança, lá na Móoca, o Zezinho uma vez foi pedir pra diretora da escola mandar embora a professora de matemática, porque deu nota vermelha pra ele…