Unidos da UDN rouba a cena no Carnaval Paulistano

05/03/2011

Nosso agradecimento ao Revmo. Pe. Quevedo, que inspirou e contribuiu com a elaboração também deste post.

O carro alegórico "Democratas da UDN" saiu quase vazio: vários integrantes abandonaram o desfile e deixaram a escola na mão.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, comandou o desfile do Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da UDN, ponto alto da abertura do carnaval da locomotiva da nação neste ano.

Como era esperado, a Unidos da UDN roubou a cena.O Presidente de Nascença, como diretor de harmonia, concórdia e lealdade da agremiação udenocarnavalesca, garantiu que a escola empolgasse as massas que acorreram ao camarote da imprensa no  sambódromo para delirar com o desfile de sua escola do coração.

Enredo emocionante

Com o enredo  “Naveguei no Mar da Traição para Chegar em 2014 ao Reino Encantado do Planalto Dourado: O Sonho do Almirante do Tietê” a escola de Higienópolis levantou as arquibancadas do Sambódromo do Anhembi.

Um belo carro alegórico homenageou o ex-sábio FHC, presidente de honra da Unidos da UDN

O desfile da escola contou as aventuras do Almirante do Tietê, o Mais Preparado dos Heróis Brasileiros, em sua luta contra os mais terríveis monstros, para chegar ao Reino Encantado do Planalto Dourado. Como um novo D. Sebastião, o Almirante do Tietê nasceu para reinar sobre um amplo domínio a ele assegurado pelos céus, mas, para isso, tem que enfrentar os infiéis selvagens. Depois de várias tentativas e traições, finalmente alcançará seu objetivo, em 2014.

A abertura do desfile já foi espetacular. O carro abre-alas apresentou o símbolo da Unidos da UDN, a simpática ave parasita Ramphastos udeenius vulgaris, elevada  a 30 metros de altura para representar a sabedoria e pureza da UDN pairando sobre a plebe ignorante, corrupta e sem MBA nos EUA. Para tal façanha, a escola utilizou um experiente guindaste do Robanel, fornecido pela empresa da mãe do tesoureiro da agremiação, Sr. Paulo Caixa Preta 2. O tesoureiro também foi responsável por organizar a arrecadação da comissão de frente de 20%, da qual 1/3 sumiu misteriosamente, mas sem prejudicar o brilho do desfile.

Amor e devoção à Unidos da UDN

O Mestre-Sala, sr. Bob Freire, não resistiu e se ajoelhou quando o pres. Zezinho passou.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Sr. Bob Freire e Sra. Soninha Copélia, foi um espetáculo à parte. Ao longo do desfile fizeram grandes evoluções em círculos. Foi comovente a maneira como o Sr. Bob Freire beijava a bandeira da Unidos da UDN.

Em um gesto polêmico de demonstração de amor pela agremiação, os dois pisotearam as bandeiras de suas antigas escolas de samba, arrancando urros extasiados dos eleitores infantis paulistas que assistiam ao desfile.

No final, a Sra. Soninha Copélia não mais aguentou o pesado vestido. Com extrema habilidade, arrancou a vestimenta sem soltar o mastro nem deixar a bandeira cair, e concluiu o desfile sem roupa, sob os aplausos do público e bolinações dos aposentados da Caverna do Ostracismo, que tiverem uma ala própria.

Bateria nota dez e notas de R$ 100

O ex-jogador Ronaldo desfilou na ala dos aposentados, com seus amigos de bocha da Caverna do Ostracismo.

A bateria foi outro grande destaque. Comandada pelo Mestre Hariovaldo, ela garantiu a empolgação dos foliões. Também neste quesito a Unidos da UDN inovou: contou com a participação de vários integrantes da cooperativa de autogestão prisional do Estado, que utilizaram instrumentos automáticos e de repetição. Como não trouxeram seus silenciadores, o som da bateria tomou conta do sambódromo e de toda a da cidade. Findo o desfile, alguns irmãos aproveitaram que estavam lá para vender uns bagulhos para o povo nas arquibancadas; outros aproveitaram para tomar uns bagulhos do povo na saída do Anhembi.

Além de garantir a harmonia da Unidos da UDN, o pres. Zezinho também foi o criador de muitas fantasias usadas no desfile, com a ajuda de parceiros como Merdoval Pedreira, Miriam Cochonne, C.A. Merdenberg, Arnaldo Jabá, Ari Camelo e outros ilusionistas menos conhecidos.

Muita gente acreditou que a fantasia "Almirante do Tietê, o Grande Gestor" fosse real.

Fantasias como “Almirante do Tietê Criando os Genéricos”, “Almirante do Tietê Atacado Pela Fita Crepe Malvada”, “Monstra Assassina de Criancinhas” e “Almirante do Tietê Defendendo a Petrobrás” fizeram vários eleitores infantis paulistas que assistiam ao desfile acreditar que eram reais.

A grande surpresa do desfile foi o Barão de Pindamonhangaba. O Dr. Geraldinho do Vale recusava-se a participar do desfile por considerá-lo um momento de perdição e conscupicência, mas mudou de idéia quando soube que a Unidos da UDN ganhara o nihil obstat de D. Luizinho, bispo  de Guarulhos. Aí, reivindicou participação na comissão de frente de 20%.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Depois que o carnaval passar, a quadrilha da UDN volta.

O Zezinho sempre gostou de carnaval. Quando ele era criança, lá na Mooca, ainda não tinha desfile de escola de samba como tem hoje. Mas ele adorava a brincadeira de  de jogar água nos outros.  Uma vez, ele arrumou umas daquelas bisnagas de jogar água imitando lança-perfume e chamou o Reinaldinho Cabeção para brincarem. Em vez de água, eles encheram as bisnagas de xixi. Aí, foram para os lados do Hipódromo e começaram a espremer as bisnagas e molhar os outros meninos, que também estavam com suas bisnagas de água. Quando um percebeu que aquilo não era água e sim xixi, ficou furioso e avisou os outros. O Zezinho saiu correndo e deixou o Reinaldinho Cabeção lá, apanhando sozinho…

Anúncios

Carnaval na Caverna do Ostracismo: UDN funda escola de samba

03/03/2011

Nosso agradecimento ao Revmo. Pe. Quevedo, que inspirou e contribuiu com a elaboração deste post. Minha tia Carmela disse que vai fazer um bolo de chocolate especial para ele.

A Unidos da UDN adotou a tração ecológica em seus carros alegóricos, com a ajuda de importantes jornalistas do Jornal Mais Vendido do Brasil.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, foi convocado pelos seus colegas da Caverna do Ostracismo para mais uma tarefa fundamental para a redenção da Pátria Bandeirante.

O Presidente de Nascença foi escolhido por unanimidade para ocupar o cargo de Diretor de Harmonia da nova agremiação carnavalesca paulistana: A Escola de Samba Unidos da UDN.

Nascida para o sucesso, a já popularíssima escola de samba está roubando a cena do carnaval paulistano, como somente a UDN saberia fazer.

Com sede localizada no aristocrático bairro de Higienópolis, a Unidos da UDN vem para seu primeiro carnaval com o enredo “Naveguei no Mar da Traição para Chegar em 2014 ao Reino Encantado do Planalto Dourado: O Sonho do Almirante do Tietê”.

O enredo conta as aventuras de um personagem mitológico, o Almirante do Tietê, em sua luta contra os mais terríveis monstros para chegar ao Reino Encantado do Planalto Dourado, construído para ele desde a eternidade.

O mascote da escola, sr. Cachorro-Lagosta, aprovou a fantasia que vai usar no desfile deste ano.

Confira a ficha técnica da nova alegria dos paulistanos:

Nome Oficial: Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da UDN

Data de fundação: 21/04/1500

Cores Oficiais: Verde-dólar, Azul-euro e Amarelo-ouro

Ave-símbolo: Tucano Real (Ramphastos udeenius vulgaris)

Endereço: Caverna do Ostracismo , fundos, Higienópolis-SP

Patronos: Daniel Mendes e Gilmar Dantas

Presidente: Serginho Guerreiro

Presidente de Honra: Seu Fernando Pé na Cozinha

Vice-Presidente: Mapa do Chile

Tesoureiro: Paulo Caixa Preta 2

Diretor de Bateria: Mestre Hariovaldo de Almeida Prado

Diretor de Harmonia, Concórdia e Lealdade: Zezinho da Mooca

DEVASSA: Depois de unir-se à UDN na campanha do pres. Zezinho, a sra. Sandy perdeu de vez a compostura e prometeu desfilar vestindo apenas um rótulo de cerveja.

Diretor de assuntos gráficos: Paulo R. Gates de Souza

Diretora de Fumacê: Francine De L’Herbe

Diretor Comercial: Fernandinho Gabeiramar

Diretor de Projetos Comunitários Bacanas com Crianças Remelentas: Gilbertinho da Vila

Diretor Espiritual: $ilas Malacheia

Capelão: Pe. Marcelo Rossi

Motorista: Jarbas Pernambucano

Ala dos Compositores: Caetano Cozinheiro, Jobinzinho Sargento e Dominguinhos Sanfoneiro

Assessor de imprensa: Merdoval Pedreira

Mascote: Cachorro-Lagosta

Rainha da Bateria: Cláudia Abreu

Madrinha da Bateria e Boneca Inflável da Rapaziada: Bianca Dias

Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Bob Freire e Soninha Copélia

Destaques: Miriam Cochonne, Hipólito da Costa, Joanna Kramer, Cristiana Cordeiro e Elaine Tacanhede

QUADRILHA: O mestre-sala e a porta-bandeira vêm treinando há tempos na quadrilha da UDN.

Velha Guarda: Heráclito de Éfeso, Mao Boba, Jorge Borraugem, Cesar Malta

Comissão de Frente: 20% (a ser recolhida pelo sr. Paulo Caixa Preta 2)


Comentário da tia Carmela

Agora é que o carnaval vai virar uma pouca-vergonha, mesmo…