Geraldinho do Vale promete continuar Programa de Esportes Pluviais

13/01/2011

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, reuniu-se hoje com seu mui amigo Geraldinho do Vale, para tratar da continuidade das maravilhosas ações de seu iluminado governo na nova gestão.

Muito religioso, Geraldinho do Vale ouviu dona Lu e convidou Moisés e seu cajado abençoado para dar a largada na principal prova automobilística da competição.

Geraldinho do Vale prometeu continuar os maravilhosos feitos do Presidente de Nascença, entre eles o mundialmente reconhecido Programa de Esportes Pluviais.

Esse programa, lançado em 2009, sob o slogan Enchente não é problema, é solução!, aproveita a inesperada ocorrência de chuvas, que nunca caem nesta época do ano, para combinar esporte, saúde e economia de recursos. Ao invés de gastar dinheiro com combate a enchentes, os governos estadual e municipal utilizam as enchentes como palco de uma grande virada esportiva.

A promessa de Geraldinho do Vale teve como avalista o pitta de estimação do pres. Zezinho, sr. Gilbertinho K., e recebeu uma maravilhosa acolhida na mídia, que louvou o espírito abnegado do sucessor do Maior dos Governadores Paulistas.

QUADRILHA: Por causa da chuva, a UDN fez sua festa junina de início de ano em um salão na Al. Barão de Limeira.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O PROGRAMA DE ESPORTES PLUVIAIS

Comentário da tia Carmela

Acho que pelo menos nessa promessa do Geraldinho do Vale o Zezinho pode acreditar…  Mas é bom se cuidar, senão o Geraldinho do Vale ainda diz que  o Zezinho criou o programa todo errado, e que foi ele quem consertou.

Anúncios

Super-herói salva o pres. Zezinho

22/12/2010

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, é querido e amado por todos os paulistas, que nele vêem a encarnação do denodo bandeirante.

Por isso, os paulistas compreendem que, vez por outra, o Presidente de Nascença deixe-se enredar por algum equívoco, e não fazem caso disso. Logicamente, tais esporádicas situações acontecem por conta de falhas da assessoria do Maior dos Filhos da Mooca.

A única fila que existe nos hospitais paulistas é para agradecer os bons serviços.

Foi o que ocorreu em 2009, quando, querendo valorizar sua assessoria, o então governador Zezinho deu-lhe ouvidos e vetou o projeto de lei complementar 62/2008. Na ocasião, assessores do Maior dos Homens Públicos temiam que a aprovação do projeto não fosse bem assimilada por parte de alguns eleitores desqualificados, indignos de um título eleitoral paulista, que deixariam de votar no pres. Zezinho.

O sr. Paulo R. Gates de Souza já colocou anúncio da venda de leitos na Folha de Higienópolis.

Imediatamente após as eleições, o erro foi desfeito, graças ao diligente esforço do super-herói GOLDMAN, nomeado pelo pres. Zezinho como capataz do governo estadual durante sua ausência.

O super-herói do ouro enviou outro projeto, aprovado pela Assembléia Arquivativa Paulista, o PLC 45/2010, que permite ceder ao setor privado  25% das vagas dos hospitais públicos de SP administrados pelas OSA (Organizações Sociais dos Amigos).

Com isso, o governo da UDN pode resolver o problema do excesso de vagas nos hospitais paulistas, que gera ineficiência e gasto público. Segundo fontes próximas à UDN, as vagas, uma vez cedidas ao setor privado, gerarão mais lucros e poderão ser empregadas no tratamento de quem merece ser tratado.

A comercialização das vagas dos hospitais públicos foi concedida ao sr. Paulo R. Gates de Souza, a partir do dia 2 de janeiro. Com grande experiência em negócios assemelhados, o ex-secretário de assuntos gráficos do gov. Zezinho está entusiasmado com esse novo desafio profissional.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN organizou uma bela festa junina na Caverna do Ostracismo para comemorar a venda dos leitos dos hospitais paulistas.

O Zezinho sempre gostou de colocar alguém para fazer o serviço sujo. Quando ele era criança, ele sempre mandava o Reinaldinho Cabeção falar mal de quem ele não gostava. Uma vez, a professora quis organizar uma coleta de doações de roupas para um orfanato. O Zezinho logo se ofereceu para organizar a coleta. Quando recolheram as doações, ele mandou o Reinaldinho Cabeção pegar um quarto das roupas doadas e vender num brechó. Sorte dos órfãos que outro moleque dedou, mas o Zezinho negou tudo. Só o Reinaldinho Cabeção foi suspenso…


Obama: o petróleo é nosso, e o Zezinho também.

14/12/2010

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, foi novamente vitimado pelas ações do Wikileaks.

Conforme já havíamos noticiado, a participação do Presidente de Nascença na negociação do Acordo CARACU EUA-Brasil é citada em várias mensagens da diplomacia dos EUA, que foram levadas pela enxurrada moral do vazamento. O vazamento é tão grande que a casa do pres. Zezinho, que já  estava ameaçada, corre risco de cair.

Obama elogiou o pres. Zezinho em seu discurso.

A mensagem mais polêmica transcreve uma conversa do presidente Barack Obama com sua chapa Hillary Clinton. Em uma reunião sobre os interesses dos EUA no Brasil, o  grande líder pacifista mundial comentou: “o petróleo é nosso, e o Zezinho também”.

Wikileaks vazou também  uma informação sobre uma discreta reunião do Maior dos Economistas com a representante de uma empresa petrolífera do grande irmão do norte. O convescote privado fez parte da longa série de negociações para o Acordo CARACU EUA-Brasil, no qual os EUA entrarão com a primeira parte.

A ciclonudista Soninha Copélia é de uma linha mais natureba, mas também trabalha com entregas.

Pelo diálogo, pode-se ver a serenidade do grande estadista. Ele recomenda calma a sua aliada, dizendo que, quando assumisse o lugar que é seu por direito divino, mudaria as regras de exploração do petróleo do pré-sal para facilitar os negócios das irmãs do ouro negro: “Deixa esses caras (do PT) fazerem o que eles quiserem. As rodadas de licitações não vão acontecer, e aí nós vamos mostrar a todos que o modelo antigo funcionava… E nós mudaremos de volta”

Tiro pela culatra

O interesse do Wikileaks era desestabilizar a  liderança inconteste do Maior dos Patriotas no cenário brasileiro e mundial.

Mas o feitiço virou contra o feiticeiro. Wikileaks  só conseguiu que o Maior dos Filhos da Mooca fosse mais admirado ainda. Agora, o mundo conhece melhor os grandes esforços do pres. Zezinho para fazer com que as grandes companhias de petróleo dos EUA explorem o pré-sal em lugar da obsoleta, incompetente e anti-brasileira Petrobrás.

O pres. Zezinho planeja, ao dar uma mão a  essas que são as mais  éticas e ambientalmente responsáveis empresas do mundo, fazer com que nossa Pátria entre em um novo período de paz, progresso, prosperidade e justiça social, como em outros países onde essas benévolas companhias operam.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN organizou uma bela festa junina em Miami para comemorar a elogiosa referência do pres. Obama ao pres. Zezinho.

Quando era menino, às vezes o Zezinho ia ajudar o pai no Mercadão. Ele não gostava muito de ficar na banca. O que ele gostava mesmo era de ir fazer entregas. Ele sempre pedia pro seu Francesco: “pai, não tem nenhuma entrega para eu fazer?”. Quando tinha alguma coisa para ele entregar, precisa ver como ele saía todo feliz. Na maioria das vezes, as entregas eram muito grandes para ele carregar, mas ele fazia questão de ir com o empregado da banca, só para sentir o gostinho de entregar. E quando tinha entrega nas Lojas Americanas, na Rua Direita, então? Ele ia todo serelepe…


Pres. Zezinho vai acabar com a viadagem

28/10/2010

Depois de uma troca de olhares, importantes lideranças udenistas da comunidade apoiaram a decisão do pres. Zezinho.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro pres. Zezinho, é reconhecido como o mais inquebrantável lutador pela moralidade. Em sua cruzada pelos bons costumes, tem se batido para que o Brasil se converta em um país onde a moral fundamentalista cristã esteja acima de tudo. Não é à toa que corre no Vaticano o seu processo de beatificação in vita.

O Presidente de Nascença resolveu aproveitar a campanha eleitoral para fazer com que a viadagem seja extirpada de vez de nosso país.

Na busca deste sublime objetivo, o Bastião da Moralidade Nacional uniu-se à principal liderança anti-bicha do Brasil: o pastor $ilas Malacheia.

REGENERADO: Graças ao pres. Zezinho, Gabeira não usa mais tanga de crochê nem fuma maconha. Hoje, vive honestamente da venda e aluguel de partidos.

Juntos, o pastor Malacheia e o Mais Carola dos Brasileiros percorrem o país ensinando que a pederastia é obra do Demônio (no caso, o Diabo, mesmo, não o usurpador do planalto), que a coloca na cabeça de pessoas fracas ou vocacionadas ao pecado.

Além de oferecer-lhe o cargo de Ministro das Minorias, o Pres. Zezinho prometeu ao pastor Malacheia que vetará o projeto de lei PL 122, que proíbe a discriminação contra viados e assemelhados, permitindo que, além de discriminá-los publicamente, seja possível continuar chamando a bicharada de doente, possuído, pecador, anormal e outras verdades.

Além do veto ao PL 122, o Presidente de Nascença comprometeu-se com o pastor $ilas Malacheia a proibir todas as demonstrações de viadagem em lugares públicos: medo de barata, levantar o dedo mindinho ao segurar xícara, gola de camisa erguida, óculos de sol redondo, cabelo espetado, segurar sanduíche com guardanapo de papel, caipirinha com adoçante, ler a revista Men’s Health, drinques coloridos, cantarolar “I Will Survive”, usar camiseta agarradinha, sucos de frutas misturadas, sanduíche de queijo branco, depilação do peito, shows do Celebrare, correr no parque de sunguinha, passar creminho nas mãos, levar a mamãe e a vovó para jantar e ouvir o Justin Bieber.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Os jornalistas do Instituto Barão de Limeira prepararam uma bela festa junina para comemorar a decisão do pres. Zezinho

Quando era criança, na classe do Zezinho tinha um menino que era meio assim… Era muito bonzinho, muito delicadinho, a mãe não deixava ele sair para brincar na rua, só andava com as meninas. Na hora do recreio, o Zezinho e os amiguinhos dele da turma do fundão faziam questão de ir provocar o moleque. Ficavam em volta dele fazendo corinho: “mariquinhas, mariquinhas!”. Um dia o menino ficou muito nervoso e foi pra cima do Zezinho, os dois começaram a brigar.  O menino era menor que o Zezinho, mas de cara deu um tapa no rosto dele. O Zezinho começou a chorar e foi embora correndo. Os moleques que estavam com o Zezinho foram atrás dele fazendo corinho e rindo da cara dele. No dia seguinte, todo mundo ainda ria da cara do Zezinho. Só o Reinaldinho Cabeção que não tirou sarro, e  falou pra ele: “puxa, Zezinho, você estava tão macho brigando com aquele viadinho…”


Ex-pensador FHC será Leiloeiro-Geral da República no governo do pres. Zezinho

19/10/2010

O novo escritório do ex-sábio FHC será em NY, na esquina da Rua 46 com Quinta Avenida. Os trabalhos de montagem começaram nesta madrugada.

O Mais Preparado dos Brasileiros sabe reunir em torno de si o melhor que a UDN tem a oferecer aos seus patrões.

Por isso, o Presidente de Nascença já decidiu que dará um cargo importante ao ex-sabetudo FHC, atualmente curtindo sua aposentadoria na Caverna do Ostracismo, fundos.

Segundo fontes da diocese de Guarulhos, o ex-intelectual FHC deverá assumir o cargo de Leiloeiro-Geral da República, com status de Ministro Plenipotenciário.

Essa função será uma das mais importantes do futuro governo do Presidente de Nascença, rivalizando apenas com o Comissariado-Geral para os Bons Costumes, que deverá ser entregue a alguém bem próxima do Maior dos Brasileiros.

Como Leiloeiro-Geral da República, o ex-sabichão FHC será responsável pelo Programa Brasil em Fatias, carro-chefe do revolucionário governo do Almirante do Tietê.  O programa deverá fatiar o Brasil em fatias bem grossas e vendê-las a investidores estrangeiros associados aos amigos, filhos e filhas das principais lideranças udenistas.

FACILIDADE: A dupla FHC-Zezinho vende sem entrada e aceita moedas podres, vale-transporte e maços de cigarro Yolanda como pagamento.

O ex-gênio FHC começou a exercer suas atividades neste domingo, fazendo uma conferência de instrução aos futuros clientes  do exterior, no Hotel das Cataratas, em Foz do Iguaçu. 

Na sua douta conferência,  o ex-CDF FHC assegurou aos fregueses que dinheiro não será problema, pois o produto sairá baratinho e com financiamento do BNDES, tendo como agente financeiro as Casas Bahia.

Boatos infundados

Fontes ligadas ao comunismo internacional matador de criancinhas tentaram criar mais um factóide contra o Mais Patriota dos Brasileiros.

Afirmaram que, no mesmo horário em que o savant FHC falava aos investidores estrangeiros, o Presidente de Nascença discursava, no debate da RedeTV, afirmando que não irá privatizar nada e fortalecerá a Petrobrás e o Banco do Brasil.

O jornalista Merdoval Pedreira desmentiu o fato: o discurso do pres. Zezinho foi uma alucinação coletiva televisionada pelo submundo da campanha petista. Portanto, trata-se de uma notícia totalmente descabida.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina patriótica para comemorar a nomeação do ex-sábio FHC.

QUADRILHA: UDN fez uma bela festa junina patriótica para comemorar a nomeação do ex-sábio FHC.

O Zezinho tinha um amiguinho chamado Fernandinho, quando era criança, na Mooca. Era um menino uns anos mais velho que o Zezinho, que gostava muito dele. O Zezinho dizia que, quando crescesce, queria ser igual ao Fernandinho. O tal Fernandinho tinha uma vocação para mascate, adorava vender coisas.  Uma vez, formaram um time de futebol lá na rua. Fizeram uma rifa, com o dinheiro compraram uma bola de capotão e um jogo de camisas. O Fernandinho ficou responsável por guardar o material. Um dia, o Zezinho ficou sabendo que os meninos da rua de cima queriam fazer um time, também. Contou para o Fernandinho e foram os dois falar com os meninos da outra rua. E venderam o jogo de camisas e a bola de capotão pra eles, sem falar com os amiguinhos. Até hoje ninguém sabe direito por quanto venderam, e aonde foi parar o dinheiro. Tem gente que diz que eles trocaram tudo por duas mariolas e um cigarro Yolanda…


Dia do Professor: Pres. Zezinho faz homenagem cheia de ternura

15/10/2010

Professores de SP acham que estão ganhando bem demais.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, é um grande entusiasta da educação. Sua passagem pelo governo do estado e sua meteórica estada na prefeitura  contribuíram decisivamente para a educação pública paulista ter nível de primeiro mundo.

O Presidente de Nascença sabe que não se faz boa educação sem valorizar os professores. Nenhum governo paulista fez mais pelos educadores públicos do que o governo do Maior dos Educadores Brasileiros, naquele período que os paulistas chamam de “Os Anos Mais Felizes de Nossas Vidas“.

Neste Dia do Professor, o Mais Competente dos Homens Públicos resolveu preparar uma meiga homenagem aos professores. Em seu  horário eleitoral gratuito apresentará um programa especial com imagens selecionadas que mostram seu grande amor pelos mestres.

Adiantamos em primeira mão algumas dessas imagens:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentário da tia Carmela

O Zezinho sempre gostou de aprontar com as professoras dele. Teve uma professora, a dona Neide, que ele tirou do sério uma vez. Como ela tinha dado uma nota baixa pra ele, o Zezinho mandou o Reinaldinho Cabeção escrever numas folhas de papel que a dona Neide tinha um caso com a diretora da escola. Escondidos, eles espalharam pela escola toda as tais folhas. Foi um escândalo, naquele tempo esse negócio de mulher com mulher nem se podia comentar. Só que a dona Neide reconheceu a letra do Reinaldinho Cabeção, que tomou uma suspensão de uma semana, mas não dedou o Zezinho. Que, mais uma vez, escapou ileso…

Link curto deste post: http://wp.me/y9tu


Desmentido: pres. Zezinho não sofre de Alzheimer

13/10/2010

Time de vencedores: o sr. Paulo Caixa Preta foi o gerente do Robanel, maior obra do gov. Zezinho. Mas o pres. Zezinho tem 4 milhões de razões para esquecer esta foto.

O Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro Pres. Zezinho, foi vítima de mais um dos terríveis boatos lançados contra ele pela campanha da usurpadora-mirim do planalto.

Desta vez, o Presidente de Nascença foi acusado de apresentar uma terrível doença, o Mal de Alzheimer.

A sórdida armação valeu-se de um incomum, ainda que pequeno lapso de memória do Mais Competente dos Gestores, que esqueceu-se que conhecia um obscuro ex-colaborador.

O colaborador em questão é o sr. Paulo Caixa Preta, 2 vezes injustamente esquecido.

Indagado sobre o sr. Paulo Caixa Preta 2 vezes no último domingo, o Presidente de Nascença não se lembrou do desconhecido assessor.

No dia seguinte, o sr. Paulo Caixa Preta 2 vezes foi à imprensa dizer que certamente o pres. Zezinho cometera um lapso involuntário, e que se oferecia gentilmente a lembrar-lhe detalhes de sua produtiva relação política, profissional e pessoal, inclusive mandando ternas fotografias.

Ao ver a reportagem, imediatamente o Mais Honesto dos Políticos levou a mão à cabeça: “Puxa vida! Como eu fui esquecer dele?! É o Paulinho Caixa Preta, 2 vezes meu amigão, 2 vezes gente boa! Nunca fez nada errado! Mais inocente que ele, só minha filha!”

Um pouco envergonhado, e com a humildade que somente os iluminados podem ter, o Presidente de Nascença ligou imediatamente para o sr. Paulo Caixa Preta 2 vezes para pedir-lhe desculpas e perguntar se estava faltando alguma coisa.

O pres. Zezinho (direita) fez pregação contra o aborto junto com o sr. Paulo Caixa Preta 2 vezes, mas o pres. Zezinho tem 4 milhões de motivos para esquecer esta foto.

Entretanto, o esquecimento é justificado. O sr. Paulo Caixa Preta 2 funções desimportantes ocupou no governo estadual durante a gestão do Maior dos Engenheiros Pátrios: foidiretor da DERSA e responsável pela maior obra viária do governo, o Robanel Mario Covas. Entre suas responsabilidades pouco importantes, estava negociar com as empreiteiras, aprovar seus relatórios e aprovar os pagamentos a elas. Tarefas, como se sabe, absolutamente burocráticas que podem ser feitas por qualquer humilde barnabé.

Antes de cumprir essa inglória tarefa, o sr. Paulo Caixa Preta 2 vezes havia sido assessor de lideranças da UDN: do ex-sábio FHC na presidência da república e do senador eleito Aloysio Biggs de Oliveira.


Parece que Paulo Caixa Preta 2 brothers tinha na Camargo Correia.

Segundo a revista mais vendida do Brasil, o sr. Paulo Caixa Preta 2 grandes talentos tem. Além de engenheiro, também desempenhou um importante papel na novela Castelo de Areia, representando o papel de um rapaz que tinha muitos amigos nas empresas de construção civil.

Imprensa acaba com boato


Aloysio Biggs teve 300 mil motivos para sair correndo preocupado ao ouvir o nome do sr. Paulo Caixa Preta 2 vezes no debate.

Ao saber da boataria, a democrática e ética imprensa nacional imediatamente mobilizou-se para desmenti-la. Com o esclarecimento do assunto, caminhões carregados de um pó branco tem chegado às redações dos jornais e revistas mais vendidos do Brasil. Os jornalistas de programa apressam-se em utilizá-lo, jogando muitas pás de cal sobre o assunto. Merdoval Pedreira, ainda com a pá na mão, pontificou: essa história de Alzheimer é uma notícia totalmente descabida.

Nessa operação, nossos bravos homens da verdade, tão atarefados, não tiveram tempo de noticiar que não foi a primeira vez que o pres. Zezinho esqueceu-se de algo em sua campanha: antes, já havia esquecido que foi ministro do planejamento e privatizações do ex-gênio FHC, que Jamil Haddad foi o criador dos genéricos, que era parente de Gregorio Preciado Marin, entre outros.

Segundo fontes da Caverna do Ostracismo, esses esquecimentos seriam fruto de outro mal, igualmente terrível: O Mal de Munchausen, doença terrível descoberta pelo importante cientista e estatístico germano-brasileiro Barão de Munchausen, que lhe deu o nome.

Comentário da tia Carmela

QUADRILHA: Aloysio Biggs fez festas juninas em homenagem a seu amigo Paulo Caixa Preta 2 vezes, e aproveitou a fogueira para queimar uns papeizinhos.

Uma vez, lá na Mooca, o Zezinho resolveu organizar um teatrinho na escola para o Dia da Independência. Ele faria o papel de D. Pedro I. O Reinaldinho Cabeção faria o papel do cavalo dele. Como queria impressionar, o Zezinho resolveu que eles teriam que fazer um belo cenário e figurinos de época. Para isso, precisavam de dinheiro. Então ele teve uma ideia. Mandou o Paulinho, um menino da pesada da turma deles, pedir dinheiro para os meninos para quem o Zezinho sempre passava cola nas provas. Se não dessem, na próxima prova de matemática o Zezinho não passaria cola pra eles. Depois de uns dias, o Paulinho parou de ir à escola. O Zezinho mandou o Reinaldinho Cabeção ir pegar o dinheiro na casa dele, que ficava ali na Rua Jumana. O Reinaldinho Cabeção voltou chorando: ele não morava mais lá. Ninguém sabia pra onde eles tinham mudado. Quando foram averiguar, o Paulinho tinha recolhido 4 mil cruzeiros da época, e levado com ele…